Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

13.º Circular Festival de Artes Performativas

O Circular Festival de Artes Performativas está de volta em 2017 de 22 a 30 de Setembro para a sua 13.ª edição. Ao longo de oito dias, a dança contemporânea, a música, o teatro e a performance são os protagonistas do Festival que vai passar por vários palcos da cidade de Vila do Conde e pelo espaço da Mala Voadora, no Porto.

dragão av5344.eiro JPG

Em estreia nacional, o Circular traz a Portugal “UNDATED” (30 Setembro, 21h30, Teatro Municipal de Vila do Conde), o mais recente trabalho de Martine Pisani, uma das coreógrafas de maior destaque da dança francesa que regressa ao Circular depois de ter levado “Contrebande” a Vila do Conde em 2005. Para esta nova criação, Martine Pisani encena uma obra poética de revisitação do seu trabalho coreográfico juntando em palco dez coreógrafos e intérpretes com quem trabalhou ao longo do seu percurso coreográfico. São eles: Hermann Heisig, Christophe Ives, Theo Kooijman, Eduard Mont de Palol, Élise Olhandéguy, Laurent Pichaud, Tania Pieri, Ludovic Rivière, Lola Rubio e Jean-Baptiste Veyret-Logerias. Estreado a 17 de Julho último no festival Uzès Danse, em França, o espectáculo marcará o encerramento da 13.ª edição do Circular.

O Drumming Grupo de Percussão vai protagonizar também um regresso ao Circular com um projecto, em estreia absoluta, dedicado a repertório do compositor Jorge Peixinho. Figura proeminente da música contemporânea portuguesa da segunda metade do século XX, Jorge Peixinho estabeleceu com Vila do Conde uma regular actividade profissional como pedagogo convidado dos Cursos de Aperfeiçoamento Musical de Vila do Conde, organizados pela Academia de Música S. Pio X, actualmente Conservatório de Música de Vila do Conde. O projecto inclui a estreia absoluta de uma obra encomendada pelo festival a Eduardo Luís Patriarca, compositor que reside em Vila do Conde, e que recebeu formação de Jorge Peixinho. Data e local do concerto a confirmar brevemente.

Na abertura do Festival (22 de Setembro, 21h30, Teatro Municipal de Vila do Conde), em Vila do Conde, o coreógrafo Miguel Pereira apresenta a sua mais recente criação "Peça Para Negócio" que questiona os papéis definidos para o espectador e para o artista, desafiando a relação aparentemente estática entre quem faz e quem assiste. Este solo contou com uma residência artística realizada em Vila do Conde em 2016 e tem a colaboração dramatúrgica de Joclécio Azevedo (artista residente da Circular).

Ana Pi, Joclécio Azevedo, Teresa Silva & Filipe Pereira, Bruno Senune, Maria Duarte, João Rodrigues e Sílvia Figueiredo são outros nomes da edição 2017 do Circular. O programa completo do 13º Circular Festival, que conta com direcção artística de Paulo Vasques e Dina Magalhães, será anunciado no início de setembro.

A Circular - Associação Cultural conta com o Alto Patrocínio da Câmara Municipal de Vila do Conde e é uma Estrutura Financiada pela República Portuguesa - Cultura, Direcção-Geral das Artes (DGArtes)