Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Lene Lovich Band em Portugal…

Nascida em Detroit, USA, Lene Lovich mudou-se para o Reino Unido aos 13 anos. Em 1979 conseguiu o seu primeiro êxito mundial, “Lucky Number”, transformando-se numa coqueluche ímpar da então new wave e do pós-punk.

lene-lovich

Seguiram-se êxitos como “Bird song”, “Angels” e “Monkey Talk” entre outros. Albuns como “Flex” e “No Man`s Land” são hoje verdadeiros clássicos da pop.

A sua digressão europeia de 2017 passa por Portugal, pelo Cineteatro D.João V na Damaia, e traz Lene Lovich e sua banda em grande forma.

 

Cineteatro D.João V (Damaia)

4 de Fevereiro 2017 | 21.30h

O calor soviético vai atingir o Stairway Club em Cascais…

Juntos para uma tour europeia com apenas dez datas, os Human Tetris reacendem a chama da "New Wave" (década de 80) e é certo que o quarteto moscovita vai aquecer os presentes no Stairway Club, em Cascais, no dia 4 de Fevereiro.

a22568e0-38c6-46a3-be38-a731518a36ab

Após uma paragem de quatro anos, iniciada em 2012, trazem na bagagem a primeira parte do álbum "River" lançado no final do ano passado. Com todas as peças a encaixarem-se e em sintonia, tal como num jogo de tetris, temos à vista um disco sólido, inteligente, e que veste a camisola de um enérgico "post-punk", piscando o olho a grupos como Joy Division, Talking Heads ou The Boomtown Rats. Basta uma breve audição pela discografia de Human Tetris para percebermos que, de facto, a criatividade não tem limites.

 

Procurando fugir do Inverno de leste para o "Verão" português, Cascais é um dos destinos escolhidos para acolher uma datas desta digressão para ganhar um novo fôlego. Atenção, não existem dúvidas: "River" está e vai dar que falar.

 

Stairway Club (Cascais)

4 de Fevereiro 2016

EDPCOOLJAZZ apresenta… Maceo Parker

O EDPCOOLJAZZ anuncia mais um concerto de peso para esta 14ª Edição, com o cantor e saxofonista Maceo Parker a atuar no dia 20 de julho nos Jardins do Marquês de Pombal.

5757075_orig

Maceo Parker, com uma forte ligação a James Brown, foi seu saxofonista na década de 60. O na altura considerado como um dos pioneiros do funk moderno e do hip-hop atua agora em Portugal num concerto que traz aos palcos do festival mais cool o funky e o groove tão próprios e que fazem parte da tradição do EDPCOOLJAZZ.

O músico e intérprete de renome internacional há quase cinquenta anos, distingue-se pela sua excecional musicalidade e habilidade, é um saxofonista inspirado e incansável e já deixou uma marca indelével na alma do funk e do jazz. A ligação a Portugal acontece também pela via de Pedro Abrunhosa, dado que o artista norte-americano colaborou no mítico e fundador álbum “Viagens”, que marcou a história da música portuguesa.

 

Todo este potencial Maceo Parker vai trazer ao EDPCOOLJAZZ, tornando esta noite uma das mais marcantes desta 14ª edição.

Noites de Sofá… Lula Pena

Lula Pena é uma cantora, guitarrista, compositora e intérprete portuguesa, que lançou em maio o novo disco "Archivo Pittoresco" lançado internacionalmente pela editora belga Crammed Discs.

15696004_1104894396274886_1056623742215520256_n

"Archivo Pittoresco" segue-se a "Troubadour" (Mbari), de junho de 2010, que por sua vez se tinha seguido ao debute "Phados" (Carbon 7), de 1998. Nos doze anos entre o primeiro e segundo álbuns a pergunta mais recorrente quando se pensou em Lula Pena, foi por onde parava e porque é que nos víamos sucessivamente privados de ouvir novos documentos desta música, que parece maravilhar todos os que com ela contactam, independentemente da parte do mundo de onde vêm.

 

Teatro das Figuras (Faro)

28 de janeiro 2017 | 21.30h

Deolinda Kinzimba no Festival da Canção… a escolha de Rita Redshoes

A jovem cantora Deolinda Kinzimba, que ficou conhecida depois de se ter consagrado vencedora da edição de 2015 do concurso “The Voice Portugal”, foi a escolhida por Rita Redshoes para participar na edição deste ano do Festival da Canção.

Captura_de_ecra_2017_01_24_a_s_15_00_21

Deolinda Kinzimba vai interpretar "O Que Eu Vi Nos Meus Sonhos", uma canção da autoria de Rita Redshoes e Senhor Vulcão, sendo que vai participar já na primeira semifinal do Festival da Canção, a ter lugar no dia 19 de fevereiro. Este ano o festival conta ainda com canções assinadas por artistas como Luísa Sobral, Pedro da Silva Martins (dos Deolinda), Nuno Figueiredo (dos Virgem Suta), entre outros.

 

Esta participação no Festival da Canção de 2017 sucede-se à sua estreia em nome próprio com o single “Primeira Vez”, cujo vídeo oficial soma mais de 180 mil visualizações no YouTube, enquanto o vídeo da apresentação deste tema no palco do “The Voice Portugal” de 2016 já ultrapassou as 300 mil visualizações. O single foi escrito e composto por Guilherme Alface, dos ÁTOA, e produzido por Diogo Piçarra. No final do ano passado, Deolinda Kinzimba participou ainda na versão portuguesa do popular filme de animação “Cantar!”, tendo dado voz à personagem de Meena.

250 músicos em palco celebram a harmonia...

O grande auditório do Europarque vai ser palco de uma genuína celebração da harmonia, num concerto que junta no mesmo palco 4 maestros, 4 bandas filarmónicas e 4 projetos pop-rock, num total de 250 músicos. Com lotação praticamente esgotada, “Harmonic 4 Concept – Best Phillarmonic Rock Ever” encerra o programa cultural da Festa das Fogaceiras.

15895019_1566454550036183_9056509619480616996_n

A harmonia é o conceito. A harmonia possível, a harmonia criada e recriada entre estilos, entre formatos, entre pessoas. Harmonic 4 Concept proporciona um novo enquadramento para a música filarmónica, colocando-a em contacto e contraste com a linguagem do pop-rock, possibilitando o aparecimento de uma expressão singular. O espetáculo é o resultado do trabalho colaborativo desenvolvido entre 4 maestros, 4 bandas filarmónicas de Santa Maria da Feira e 4 projetos musicais pop-rock de dimensão nacional, com carimbo local.

 

Ao palco sobem a Banda de Música de Arrifana, a Banda Musical de S. Tiago de Lobão, a Banda Marcial do Vale e a Banda Musical de Souto, representantes desta matriz cultural tão evidente no país. Também nacionalmente evidente, com discos editados e apreciados, é o trabalho dos artistas Dr1ve, Joana Andrade, Ricardo Azevedo e The Loyd. A direção do concerto cabe aos quatro distintos maestros Bruno Azevedo, Diamantino Monteiro, Manuel Luís e Ricardo Resende. Sob o seu olhar, tradição e vanguarda, filarmonia e pop-rock harmonizam-se para um concerto único. A segunda edição do concerto de encerramento da Festa da Fogaceiras no Europarque, não deixando de ser uma expressão cultural de dimensão nacional, apresenta uma proposta artística que relaciona intrinsecamente identidade e território. Mais que um concerto, é uma celebração da harmonia.

 

Grande Auditório do Europarque (Santa Maria da Feira)

28 de janeiro 2017 | 21.30h

“La La Land: Melodia de Amor” soma 14 nomeações aos Óscares

“La La Land: Melodia de Amor” é um dos filmes mais aguardados da temporada e acaba de conquistar 14 nomeações para os Óscares, igualando assim os recordes de “Titanic” e “Eva”, até agora os dois filmes com o maior número de nomeações para os prémios da Academia.

Captura_de_ecra_2017_01_24_a_s_17_19_29

Entre as categorias em que “La La Land: Melodia de Amor” está nomeado conta-se a de Melhor Canção Original, com “Audition (The Fools Who Dream)”, ou Melhor Banda Sonora, bem como Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Argumento Original, Melhor Ator e Atriz Principais, para Ryan Gosling e Emma Stone, respetivamente.

 

A banda sonora, da autoria de Justin Hurwitz, também foi distinguida com um Globo de Ouro. Aliás, o filme foi recentemente premiado com 7 Globos de Ouro (entre eles o de Melhor Canção Original para “City of Stars”, interpretada pelo ator Ryan Gosling), tendo conquistado em todas as categorias para que estava nomeado.

Os vencedores dos Óscares serão conhecidos a 26 de fevereiro.

Noite Xita 2017… na Galeria ZDB

A Galeria ZDB em Lisboa acolhe a 2ª Noite Xita, festa anual que pretende celebrar a Xita Records, assim como a dos que a rodeiam, festejando todo o lindo e produtivo ano de 2016 que passou, cheio de novas caras e amizades.

Mais uma vez promete-se um alinhamento de luxo com todo o elenco da Xita, mais convidados impressionantes e várias atividades inéditas ao longo do final da tarde e da noite. A partir das 17h a festa promete-se inesquecível com uma noite de partilha de amizade e de grande entrega.

15977717_1247868281927631_7494564584208507015_n

 

Programa:

-Lucía Vives

-Kerox & Gon

-João Raposo

-Quito

-Coelho Radioactivo

-Sun Blossoms

 

pausa para jantar

 

-Grand Sun

-Primeira Dama

-Veenho

-Ninaz

-João Dória

-Afonso Simões + Miguel Mira

-MIGAS

-DJ Ninoo

 

Nas pausas entre cada concerto à tarde DJ Hipster Pimba e à noite DJ MEIAS.  Vai ainda decorrer a apresentação da segunda edição da revista “cabeça” por Simão Boucherie Mendes bem como Zines variadas

 

Galeria ZDB (Lisboa)

4 de fevereiro 2017 | 17.00h

Blaze & The Stars lançam single "Blues For Sister Sally"

Os Blaze & The Stars estão prestes a lançar um novo EP e lançam agora um single que serve de aperitivo ao que este EP é capaz de trazer. A banda esta a finalizaz a edição de um novo EP, intitulado “Terribo la terribline”. Gravado com Flak no Estúdio do Olival, este EP prossegue o percurso peculiar de interpretação das tradições do blues e do psicadelismo.

artworks-000203415556-pbcuay-t500x500

Blues For Sister Sally” é o single de apresentação deste EP que vai ser dado a conhecer no dia 7 de Fevereiro nas plataformas digitais, sendo brevemente lançado em versão física em concerto a anunciar. Trata-se de um EP composto por 4 faixas carregadas de uma força e capacidade de encantamento ancestrais. Tal como nos trabalhos anteriores, os Blaze & The Stars voltam a basear as suas letras em textos e poemas de vários autores – desta vez, Langston Hughes, Henri Michaux e Lenore Kandel.

O EP conta ainda com uma versão do tema “Portland Town”, de Derroll Adams". Na composição do EP deparamo-nos com paisagens que tanto têm de perturbadoras como de saciantes. O saxofone de António Manuel Ramos, presente em duas faixas, enaltece-as, dando a sensação de que, a qualquer momento, nos podemos perder em mundos distorcidos e intrigantes. O single, “Blues For Sister Sally” traz com ele o peso da faixa mais corpulenta do EP. Os riffs inquietantes e a forma como se molda ao imaginário de cada um faz com que levitemos por diversos estados mentais e nos vejamos, por vezes, a sobrevoar desertos cobertos de miragens sobre linhas de calor. Há toda uma mistura de estilos e influências neste EP. Há, também, a descoberta de caminhos por desbravar e uma linha psicadélica capaz de nos deixar água na boca.

Beatbombers, Diogo Piçarra, Mundo Segundo e Virgul… Melhores do ano 2017

A única entrega de prémios da música em Portugal, os Melhores do Ano da Rádio Nova Era, está a chegar, e com ela chegam ao Pavilhão Rosa Mota, alguns doa maiores talentos nacionais. Um dia especial que celebra o que de melhor de faz no nosso país e que conta com novas confirmações: Beatbombers, Diogo Piçarra, Mundo Segundo e Virgul (na fotografia).

15578452_1885521275015153_5933705291673138205_n

photo: Paulo Homem de Melo

 

Esta dupla nacional, composta por DJ Ride e Stereossauro, de seu nome Beatbombers, sagrou-se campeã do mundo, em dezembro de 2016, no IDA World DJ, a principal competição do mundo de ‘scratch' e ‘turntablism' que decorreu em Cracóvia, na Polónia. Repetiram assim a vitória já antes obtida em 2011 e que se somou a outros triunfos neste campeonato: 2.º lugar em 2010 e 2012; 3.º lugar em 2014.

 

2017 promete para ser o ano de Diogo Piçarra. O cantor prepara o lançamento do seu segundo álbum de estúdio “do=s”, previsto para 31 de março, reunindo alguns dos maiores nomes da produção nacional. No dia seguinte à edição do álbum, a 1 de abril, Diogo Piçarra apresenta-se ao vivo nos Melhores do Ano da Nova Era. O mais recente single retirado do novo álbum intitula-se “História” e foi composto e escrito por Diogo Piçarra. “História” sucede a “Dialeto”, cujo videoclip conta com mais de 6 milhões de visualizações no canal Vevo, tendo atingido recentemente o galardão de Single de Ouro, atribuído pela AFP.

 

Mundo Segundo é um dos nomes mais respeitados do hip hop nacional, tendo já completado duas décadas da sua carreira, a solo e com projetos coletivos, como os Dealema. Recentemente lançou um novo EP a solo, intitulado “Sempre Grato”, com 7 faixas, entre as quais se encontra o tema “Margens do Douro”. Para este ano, Mundo Segundo planeia o lançamento de um álbum conjunto com Sam The Kid e muitos concertos, para promoção das novas canções.

 

Virgul estreou-se solo em 2016, depois da carreira com os Da Weasel e os Nu Soul Family. O seu primeiro tema a solo foi o badalado “I Need This Girl”, escrito em conjunto com Carlão, seu antigo companheiro nos Da Weasel. O segundo single foi a canção “Só Eu Sei”. Para este início de ano, está previsto o lançamento do seu primeiro álbum.

 

Já confirmados:

DVBBS, DJ Bl3nd, April Ivy, Beatbombers, Bezegol, Bispo, D.A.M.A., Diogo Piçarra, DJ Oder, Jimmy P, Mundo Segundo, Ninka Kore, Piruka, Valas, Virgul

Fafe Film Fest… Sandy Kilpatrick ao vivo

Neste concerto, Sandy Kilpatrick viaja pelo seus últimos trabalhos, aproveitando ainda para apresentar o seu mais recente single "Whispering Wind" do seu "Confessions from The South", um álbum de homenagem ao nosso país e que será editado a 17 de março.

Web

Este seu novo trabalho vai contra a nova corrente mundial de tempos mais turbulentos e violentos. É um trabalho que, artisticamente, tenta quebrar com muros de separação e construir pontos de unidade e esperança, conectando pessoas através do amor à natureza e humaninsmo. "Whispering Wind" é o primeiro tema escolhido que, apesar de ser cantado em inglês, reflete em muito a Portugalidade que está já inerente ao trabalho de Sandy Kilpatrick. O concerto, inserido no Fafe Film Fest, tem início marcado para as 21h30.

"Confessions from The South" é o primeiro de um conjunto de quatro álbuns homenagem a diferentes países que, de alguma forma, marcaram a vida de Sandy Kilpatrick. O primeiro projeto a ser sobre Portugal, os restantes passam em países como a Irlanda, Escócia e Noruega

 

Teatro Cinema de Fafe

28 de janeiro 2017 | 21.30h

União das Tribos… novo disco... "Amanhã" a 3 de Fevereiro

O novo disco da União das Tribos é a página que separa dois capítulos. Apresentando um novo vocalista, Mauro Carmo, e com meses de pleno prazer, acompanhado pela guitarra, foi assim que António Côrte-Real, o principal impulsionador do grupo, foi imaginando as canções de “Amanhã”, o segundo disco da carreira do grupo.

untitled

Depois, já em parceria com David Arroz, foi surgindo a composição das letras, e a entrada em estúdio, com a banda reunida e a escolha dos convidados, deu origem ao que pode ouvir-se hoje, neste registo. “Amanhã” inclui 9 temas originais e duas versões, uma das quais da “Canção do Engate”, com interpretação de Miguel Ângelo. Esta e as outras canções, que ao vivo, revelam toda a garra, resistência e puro rock que as alimentam, contam igualmente, com a participação de um leque de convidados, neste novo disco. Tim, António Manuel Ribeiro, Carlão, Anjos e Mafalda Arnauth são os nomes que dão voz aos temas de autoria de António Côrte-Real e David Arroz.

"Amanhã" é o primeiro single, já disponível em formato digital. O disco está à venda a partir de 3 de Fevereiro.

 

No dia 11 de Fevereiro, a União das Tribos apresenta “Amanhã” em Almada, no Auditório Fernando Lopes Graça, pelas 21h30, com a participação de Tim, Anjos e António Manuel Ribeiro.

A magia do Teatro de Marionetas do Porto chega a Guimarães

No último fim de semana de janeiro, o Teatro de Marionetas do Porto traz a Guimarães um programa especial composto por dois espetáculos: a sua nova criação para a infância, “Nunca”, que estará no Espaço Oficina nos dias 27 (10h30 e 15h00) e 28 (16h00), e “Wonderland”, uma das poucas criações do Teatro de Marionetas do Porto para adultos, que sobe ao palco do Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor no dia 28, às 22h00.

-®Susana_Neves-Nunca_7562

photo: Susana Neves

 

Janeiro termina com frio e um fim de semana de teatro de marionetas em Guimarães. Os mais pequenos podem ver a nova criação para a infância do Teatro de Marionetas do Porto a partir do universo de Peter Pan, “Nunca,” que vai estar em cena no Espaço Oficina na sexta-feira, dia 27, às 10h30 e às 15h00, e no sábado, dia 28, às 16h00. Também no sábado, mas desta vez às 22h00, no Grande Auditório do CCVF, o público adulto terá a oportunidade de assistir a “Wonderland”, uma das poucas criações do Teatro de Marionetas do Porto para “gente grande”.

Wonderland 4

No espetáculo “Nunca” embarcamos numa viagem acompanhados por Peter Pan até à Terra do Nunca. Um mundo real, imaginado, onde não se envelhece. A conhecida narrativa é apresentada aqui através da composição de imagens, onde marionetas, cenografia e música nos transportam para além daquilo que é contado por palavras, para um lugar mais próximo da própria ação dramática onde a compreensão dará lugar à emoção. A magia das marionetas chega também aos adultos com “Wonderland”, um espetáculo onde o Teatro de Marionetas do Porto aborda o universo fantástico e povoado de nonsense do diácono anglicano, fotógrafo e celebrado professor de matemática de Oxford, Charles Dodgson, mais conhecido por Lewis Carroll.

 

Em “Wonderland”, as personagens das histórias de Alice no País da Maravilhas libertam-se do jogo da linguagem e emergem na sua dimensão onírica. Personagens que são como cartas que Lewis Carroll joga, inconscientemente, no seu jogo de amor com Alice. Este espetáculo é o sonho de Alice no País da Maravilhas sonhado por nós, adultos. Vamos com ela, atravessamos a floresta luminosa cheia de medos e segredos, inventamos caminhos que antes lá não existiam e deixamos Alice perdida.

 

Centro Cultural Vila Flor (Guimarães)

27 e 28 de Janeiro 2017

Mão Verde com novo single/vídeo... “A Cor da Rosa”

Preparados para desvendar o grande mistério que envolve a cor das rosas?

É esse o desafio que Capicua e Pedro Geraldes lançam hoje em formato vídeo. "A Cor da Rosa" é o terceiro tema a ser retirado do lisco-divro para crianças Mão Verde que os dois músicos lançaram em Setembro passado.

4

À semelhança dos vídeos anteriores, a ajuda para animar as ilustrações de Maria Herreros foi pedida a Alice Eça Guimarães que nos leva numa viagem irresistível por todo o espectro cromático de uma das mais intrigantes questões da língua portuguesa. Porque nem só de aquecimento global, alimentação saudável ou teoria da evolução das espécies se faz Mão Verde, "porque é que só o cor-de-rosa se chama cor de rosa, se há rosas vermelhas, amarelas e até cor de laranja?!"

Depois de várias apresentações em dupla, Ana Matos Fernandes - Capicua (voz) e Pedro Geraldes (guitarra, programações e teclados) convidam Francisca Cortesão (baixo e teclas) e António Serginho (percussões) para mostrar “Mão Verde”, pela primeira vez, em formato banda. A primeira apresentação em modo quarteto fantástico está marcada para o dia 5 de Fevereiro, às 17h, na Sala 2 da Casa da Música que se transformará num grande jardim em festa, em que todos e todas vão aprender a brincar a importância de ter a "Mão Verde! Dever de ser verde! De ver o ser vivo viver e ser livre!"

“A Dança dos Pássaros” no Auditório Acácio Barreiros….

A Orquestra de Jazz do Hot Clube de Portugal tem vindo desde 2011, a desenvolver um trabalho baseado em novos repertórios de compositores nacionais.

Em 2014 foi desafiada para, em conjunto com a Orquestra Metropolitana de Lisboa, levar a palco repertório de António Pinho Vargas. Foram feitos novos arranjos dos temas de jazz deste compositor, por músicos da Orquestra de Jazz do Hot Clube de Portugal, nomeadamente Tomás Pimentel, Luís Cunha, Óscar Graça e César Cardoso. A primeira apresentação em Concerto deste projeto deu-se em Março de 2015, no Teatro Municipal de S. Luiz.

15894620_10153887242722134_14834681193150276_n

Este trabalho tornou-se de tal maneira interessante no processo de afirmação da Orquestra de Jazz do Hot Clube de Portugal que foi decidido editar no final de 2016 um disco, edição da etiqueta discográfica do HOT. “A Dança dos Pássaros”, nome do disco agora editado e um dos temas mais conhecidos do repertório deste compositor, contribuirá certamente para que a música de António Pinho Vargas continue a ser parte fundamental da cultura musical portuguesa.

Centro Cultural Olga Cadaval / Auditório Acácio Barreiros (Sintra)

28 de janeiro 2017 | 21.30h

Há Fado no Cais… Vozes veteranas do Fado juntam-se em palco no CCB

O Museu do Fado e o Centro Cultural de Belém inauguram a edição de 2017 do ciclo Há Fado no Cais com um concerto único e irrepetível. Vozes veteranas do Fado, homens e mulheres, com estilos absolutamente distintos e que deixaram escola no universo do Fado juntos no mesmo palco: António Rocha, Artur Batalha, Cidália Moreira, Filipe Duarte, Maria Armanda, Maria da Nazaré, Maria Amélia Proença e Nuno de Aguiar.

untitled

Nomes maiores do Fado, figuras de referência para a nova geração, interpretam os fados mais marcantes das suas carreiras. Este concerto tem direcção artística e musical de Diogo Clemente

 

Ângelo Freire: guitarra portuguesa

Diogo Clemente: viola de fado

Marino de Freitas: viola baixo

Quarteto de Cordas

 

Centro Cultural de Belém (Lisboa)

27 de janeiro 2017 | 21.00h

Miguel Gizzas ao vivo em Sintra

Miguel Gizzas é músico profissional desde 2001, tendo efetuado mais de 500 atuações durante 10 anos, antes de lançar o seu primeiro álbum, "Tempo Ganho", em 2011. Em 2013 inovou ao editar o seu primeiro romance musical, "Até Que o Mar Acalme", uma experiência que o leitor pode ler e ouvir em simultâneo, através de um livro e de um disco que se complementam.

untitled-1

"O Dia em Que o Mar Voltou" é o mais recente trabalho de Miguel Gizzas em que autor volta a combinar música e escrita, aproximando-se de estilos de música que lhe são mais íntimos, explorando o fado, blues, pop progressivo ou até fusões inesperadas entre o rock e a marcha popular.

"Foste Tu" é o seu mais recente single, e o vídeo conta com a participação de José Figueiras, João Didelet, Sofia Nicholson e Karla Muga.

 

Ao vivo, Miguel Gizzas apresenta um espetáculo dinâmico, em que as histórias se cruzam em grande cumplicidade com o público, e que terá, uma componente solidária: na compra de 2 bilhetes para o concerto, será doado 1 kg de produtos alimentares para quem deles necessita, numa ação conjunta com a Bolsa do Voluntariado, hoje o maior site Português de Voluntariado, com mais de 35 mil pessoas inscritas e 1300 instituições registadas.

 

Centro Cultural Olga Cadaval (Sintra)

11 de Fevereiro 2017 | 21.30h

Kika Cardoso no Festival da Canção…

A convite de Nuno Gonçalves dos The Gift, Kika irá participar na edição deste ano do Festival Eurovisão da Canção. Integrando o coletivo Viva la Diva, Kika dará voz ao tema “Nova Glória”, competindo a 19 de fevereiro com nomes como Márcia, Rui Drummond ou Salvador Sobral.

cbfb2e32-680b-4966-babe-24426a69d171

“Nova Glória”, canção de amor épica que poderia muito bem integrar a banda sonora de um filme de James Bond, irá certamente, na voz poderosa de Kika, surpreender o público pela positiva... “I Knew” foi o primeiro inédito que a cantora apresentou ao público, e rodou nas mais importantes rádios nacionais. O segundo single, intitulado “I Will Love Him”, está agora a ser apresentado, e vem sublinhar as qualidades vocais únicas de Kika, aliadas a uma melodia forte e de refrão contagioso.

 

Kika Cardoso encontra-se em estúdio a gravar o seu álbum de estreia, que irá ser editado ainda este ano. Com um espírito lutador, uma voz extraordinária e um dom natural para a música, Kika Cardoso destaca-se por uma grande presença em palco, por atuações contagiantes, e pela sua capacidade de emocionar uma plateia.

Xinobi apresenta… "Far Away Place"

"Far Away Place" é o novo single e o primeiro avanço do próximo álbum de Xinobi com edição marcada para Março deste ano. A canção, algures entre a Pop e a House, vestidas de eletrónica atmosférica, conta com a extraordinária Margarida Falcão (Vaarwell e Golden Slumbers) que lhe dá voz.

unnamed (1)

O vídeo realizado por Rui Vieira, representa um lugar secreto, de emancipação, onde uma rapariga exorciza todos os dissabores de um dia-a-dia de subjugação a uma conjuntura com a qual se sente desalinhada. E é neste sitio que encontra a sua paz…

Para ouvir aqui