Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Eleanor Friedberger regressa a Lisboa com novo disco…

Eleanor Friedberger… cantora e compositora nova iorquina, conhecida pela sua voz doce e melancólica, estreia-se no Musicbox com o seu terceiro disco a solo “New View", no dia 11 de Fevereiro, às 22h00.

eleanorfriedberger

Um disco pensado em Los Angeles, nos arredores do Echo Park e gravado em  Live to Tape em upstate New York. Contam com a produção de Clemens Knieper filho de Jurgen Knieper, do compositor alemão que participou na banda sonora do filme “Wings of Desire”, de Wim Wenders. Muitos afirmam que Clemens é responsável por dar uma sonoridade clássica ao “New View”, como se tratasse de um disco que existe desde sempre nas prateleiras dos coleccionadores

Se contarmos com os disco que a Eleanor Friedberger editou com o seu irmão, Mathew como Fiery Furnaces, este seria o seu décimo segundo. O tom melancólico e voz doce permanece neste novo trabalho, a crítica mantém se fiel ao trabalho a cantora a solo, o The Guardian afirma-o como um disco o  “emotionally direct and very huma”’.

 

Musicbox (Lisboa)

11 de Fevereiro 2017 | 22.00h

“Somos uma banda rock de Lisboa”… a digressão de 2017 dos Capitão Fausto

A simplicidade com que os Capitão Fausto se descrevem desarma qualquer um. Porque é assim que se sentem e é assim que vivem. A história de Tomás, Salvador, Francisco, Manuel e Domingos tem o seu primeiro capitulo em 2011, com “Gazela”, o Álbum de estreia. Ali encontramos a urgência das canções juvenis, dos hinos pop que se cantam e sabem sempre a pouco.

CAPITÃO FAUSTO 3.jpgEm 2014 “Pesar o Sol” chega aos escaparates. E é neste segundo álbum (muitas vezes o tudo ou nada de tantos Artistas) que se impõem como uma das mais originais e criativas propostas do nosso país. Defendem-no ao vivo, com Espectáculos memoráveis nos grandes e pequenos festivais, nos clubes, nos Teatros, um pouco por todo o Portugal que os recebe e obriga a crescer. Como cresce exponencialmente a sua base de fãs, agora transformada em legião.

Em 2016 são as canções de “Capitão Fausto Têm os Dias Contados” que os levam a superar todas as expectativas. Pouco mais de 30 minutos de musica e palavras, em modo pop recheado de primor e requinte, que contam as estórias de vida de cada um dos Capitão Fausto, mas que são muito mais que isso, porque crescer é para todos. Não se poupam os elogios e os aplausos, que chegam em catadupa. Os Capitão Faustoafirmam-se como a voz de uma geração”, diz quem sabe. E esta geração quer elevar a clássicos imediatos as oito canções que lhe são oferecidas.

A promessa é agora certeza e o primeiro lugar do Top nacional de vendas é uma das consequências. Incontornáveis, chegam ao primeiro lugar do Top Cision (que avalia a visibilidade mediática dos Artistas nacionais). Num ápice esgotam (em menos de uma semana) os dois Espectáculos de apresentação no Lux, em Lisboa. Passam pelo Rock in Rio, Super Bock Super Rock, Festival de Paredes de Coura, Festival Sol da Caparica. 2016 confirma que os Capitão Fausto são, finalmente, uma aposta segura. Uma aposta no bom gosto musical e na sensibilidade apurada. Uma aposta na criatividade e no fulgor de uma banda que parece imparável. “Amanhã Tou Melhor” será seguramente um dos refrões mais cantados de 2016.

Em 2017 os Capitão Fausto apresentam o novo álbum nas salas mais nobres do nosso país: os Teatros. E serão estes Teatros a mostrar a Banda que soube como crescer ao lado dos fãs. A mostrar a Banda que renasce a cada disco, que se renova com o cuidado de quem quer construir uma carreira sólida, de uma forma aparentemente galopante mas sem o torpor do deslumbramento.

Para os Capitão FaustoOs Dias Estão Contados”. Porque crescer é inevitável. E sabendo isso, vão continuar a fazê-lo nesta Digressão de Teatros.

 

4 de Fevereiro 2017 - Teatro Virgínia (Torres Novas)

10 de Fevereiro 2017 – Acert (Tondela)

11 de Fevereiro 2017 - Theatro Circo (Braga)

3 de Março 2017 - Teatro José Lucio da Silva (Leiria)

4 de Março 2017 - Cine Teatro Alcobaça

10 de Março 2017 - Centro Cultural Olga Cadaval (Sintra)

11 de Março 2017 - Centro de Artes de Ovar

18 de Março 2017 - CAE Portalegre

24 de Março 2017 - CAE Guimarães

25 de Março 2017 - Teatro de Vila Real

21 de Abril 2017 - TAGV (Coimbra)

22 de Abril 2017 - Casa da Música (Porto)

seBENTA ao vivo… Live Session nos Estúdios Namouche

Os seBENTA apresentam o álbum “RAIO-X” no formato de Live Session nos próximos dias 10 e 11 de Fevereiro nos Estúdios Namouche, com dois concertos que visitarão o novo álbum, bem como, alguns dos mais conhecidos temas da banda! Este novo registo é o seu melhor álbum de sempre, e contou com as participações de Zé Pedro (Xutos & Pontapés) e do mundialmente reconhecido surfista Garrett McNamara, no single “Vive”.

untitled

Os seBENTA assumem cada vez mais um lugar de excelência no panorama do rock nacional como uma das melhores bandas da atualidade, com qualidade inquestionável de álbum para álbum, espetáculo para espetáculo! Estando sempre junto dos seus fãs, a sua história é hoje maior que ontem, porque acreditar é mais que tudo... É ir até ao fim do mundo!

Os seBENTA são constituídos por Paulecas (voz/Baixo), André Fadista (Bateria), Ruben Gomes (Guitarra) e Ricardo Galrão (Guitarra)

 

Estúdios Namouche (Lisboa)

10 e 11 de Fevereiro 2017 | 22.00h

Kevin Morby, James Vincent McMorrow e Bruno Pernadas… Super Bock Super Rock 2017

Em Janeiro… continua-se a acrescentar-se voltagem ao cartaz do 23º Super Bock Super Rock. No Palco EDP a fórmula mantém-se, e é simples… energia de quem tem nas mãos o futuro do rock. Depois da primeira confirmação para este palco, os Boogarins, juntam-se-lhe mais três nomes: Kevin Morby, James Vincent McMorrow e Bruno Pernadas.

Newsletter_Header_SBSR3_600x270px

Há uma nova folk norte-americana que entusiasma os melómanos, da qual faz parte Kevin Morby. Baixista dos Woods e voz dos Babies tem já três discos em nome próprio. Depois de "Harlem River" (2013) e "Still Life" (2014), editou em 2016 o muito recomendável “Singing Saw”. Um álbum em que a folk atinge a maturidade, com country, pop e rock à mistura, e belíssimas canções (algumas de protesto) que nos lembram Bob Dylan ou Leonard Cohen. Kevin Morby não perde tempo e já prometeu mais um disco para 2017. Dia 13 de julho no Super Bock Super Rock, esperam-se novidades, mas também desfrutar de canções que soam a uma América sem o filtro de Hollywood.

Da América para a Europa. Da Irlanda chega James Vincent McMorrow. Há muita música dentro da própria música deste irlandês. Aqui o ecletismo é quase um programa, como se percebe nesta declaração de intenções: “Cresci a querer escrever canções como o Neil Young, mas a querer produzi-las como os Neptunes.” E não se tem saído nada mal nessa fusão de influências. No último “We Move”, editado em Setembro de 2016, convidou para a produção nomes como Nineteen85 (Drake, DVSN) e Frank Dukes (Kanye West, Rihanna). Ou seja, R&B e hip-hop que James Vincent McMorrow soube harmonizar perfeitamente com a sua folk irresistível. Dado adicional: a versão que fez da música "Wicked Game" de Chris Isaak tem sido um sucesso no Youtube, depois de ter sido usada num trailer da série “Game of Thrones”. Claro está, que mais uma visualização no Youtube não substitui uma ida ao Super Bock Super Rock, no dia 15 de Julho

Agora, duas certezas. Primeiro, quem passa pelo festival sabe que vai encontrar muito talento português. Segundo, o talento imenso de Bruno Pernadas. Começou a estudar guitarra clássica aos 13 anos, passando mais tarde pela Escola Superior de Música de Lisboa – Departamento de Jazz – e pelo Hot Club de Portugal. Depois de em 2014 nos ter oferecido a estreia “How Can We Be Joyful in a World Full of Knowledge”, em 2016 surpreende com génio editando dois discos: “Those Who Throw Objects at the Crocodiles Will Be Asked to Retrieve Them” e “ Worst Summer Ever”. Muitas canções, com muitas coisas lá dentro: jazz, pop, rock psicadélico, electrónica… A ideia de viagem é uma ideia interessante para descrever a música de Bruno Pernadas.

 

Já confirmados:

 

13 de julho

Palco Super Bock – Red Hot Chili Peppers, Capitão Fausto

Palco EDP – Kevin Morby, Boogarins

 

 

15 de julho

Palco Super Bock – Deftones, Foster the People

Palco EDP - James Vincent McMorrow, Bruno Pernadas

Jimmy P actua hoje na Fanzone Faro da Taça CTT Final Four

Jimmy P actua hoje em Faro, no âmbito de uma série de actividades de entretenimento criadas para acompanhar o desenrolar da Taça CTT Final Four que decorre no Algarve e cuja final se joga este domingo. A partir das 21h00 Jimmy P leva o seu espectáculo à Fanzone situada no Jardim Manuel Bivar. A entrada é livre.

1485521565

Figura central e modelar da nova geração de música portuguesa, Jimmy P é uma referência do que melhor se faz na música urbana actual. “Essência”, editado em Abril do ano passado, é o terceiro álbum do músico em três anos, num percurso meteórico baseado numa dinâmica criativa contínua e na forte resposta do público - Jimmy P conta com milhares de seguidores nas redes sociais e vídeos oficiais com mais de 4 milhões de visualizações.

 

Depois de uma intensa digressão em 2016, com mais de 60 actuações entre alguns dos principais festivais de verão, MEO Marés Vivas, MEO Sudoeste ou Sumol Summer Fest, Jimmy P prepara novidades para revelar em breve.

“Mão Morta + Remix Ensemble - Ao Vivo no Theatro Circo”… novo video

A 24 de Fevereiro será lançado “Mão Morta + Remix Ensemble - Ao Vivo no Theatro Circo”, o disco ao vivo (duplo) que regista o primeiro concerto deste encontro improvável entre a banda bracarense e a Sinfonieta de 15 elementos da Casa da Música.

Mão-Morta

Uma obra que revisita temas dos diversos álbuns dos Mão Morta e inclui ainda um tema inédito, que permitiu explorar a faceta mais experimental e contemporânea do grupo que se tornou um dos vértices máximos do rock nacional.

O primeiro avanço deste trabalho é o tema “Pássaros a Esvoaçar” (do último disco de originais “Pelo Meu Relógio São Horas de Matar”, de 2014) que neste disco ao vivo ganha uma complexidade e uma dinâmica de música erudita contemporânea, repleta de pormenores sonoros e de densidades extraordinárias.

O videoclip foi editado e realizado por João de Sá a partir de filmagens gentilmente cedidas pelo Theatro Circo.

Viagem Medieval arrecada dois troféus em gala internacional… 4 prémios para Santa Maria da Feira

A noite de 24 de janeiro de 2017 foi histórica para Santa Maria da Feira. Entre Lisboa e Dublin, o território feirense arrecadou 4 galardões, 2 nacionais e 2 internacionais, em prestigiadas galas que distinguem anualmente eventos e pessoas de reconhecido mérito. “Não é fácil obter este reconhecimento porque estamos a competir ao nível do mundo inteiro e com os melhores do país”, sublinha Emídio Sousa, presidente da Câmara de Santa Maria da Feira.

1 Gala dos Evento_Imaginarius_Prémio Melhor  Evento Cultural e Artístico

Na Irlanda, a Viagem Medieval em Terra de Santa Maria arrecadou o primeiro prémio “Melhor Evento Cultural – Best Cultural Event” nos Global Eventex Awards 2017. A fechar a gala, a recriação histórica de Santa Maria da Feira conquistou ainda o 2º lugar do Grand Prix "Best Event" Eventex. Estes dois prémios internacionais vêm juntar-se ao Prémio Cidade de Castellón, atribuído por nomeação pela Fundação Moros d’Alqueria (Comunidade Valenciana, Espanha), em fevereiro do ano passado. O maior evento de recriação histórica da Europa, organizado pelo Município de Santa Maria da Feira, empresa municipal Feira Viva e Federação das Coletividades de Cultura e Recreio do Concelho, soma assim dez prémios, atribuídos desde 2008, sendo três deles internacionais.

 

"Para nós, é um reconhecimento de muito trabalho, de muito esforço, até porque não somos uma capital, não somos uma cidade muito grande, o que torna ainda mais notável todo o trabalho que temos feito nesta área", disse Emídio Sousa. “Competir com os maiores eventos do mundo para uma pequena cidade diz muito do esforço e do trabalho das pessoas de Santa Maria da Feira”, reforça o presidente da Câmara.

 

Na mesma noite de 24 de janeiro, mas em Lisboa, o Imaginarius – Festival Internacional de Teatro de Rua de Santa Maria da Feira recebeu o prémio “Melhor Evento Cultural e Artístico 2016”, na 9ª Gala dos Eventos, pelas mãos do presidente da Câmara. Na corrida a este galardão estavam também o Serralves em Festa 2016 (Fundação de Serralves), o AgitÁgueda Art Festival (Município de Águeda) e a inauguração Capela e Memorial – Museu do Combatente (Liga dos Combatentes).

2 Gil Ferreira_Prémio Personalidade dos Eventos

Para Santa Maria da Feira veio ainda um prémio especial. A Gala dos Eventos atribuiu a Gil Ferreira, vereador do Pelouro da Cultura, Turismo, Bibliotecas e Museus, o galardão “Personalidade dos Eventos 2016”. Um prémio extra competição, fundamentado “pelo seu trajeto pessoal e por personificar a estratégia de implementação e produção de eventos em Santa Maria da Feira, reconhecida nacional e internacionalmente como exemplar, com o inerente impacto na promoção do destino Santa Maria da Feira”.

 

“Esta não é uma distinção minha, é de todos aqueles que trabalham ao longo das últimas décadas no plano cultural e nos grandes eventos da Feira”, destacou o vereador.

Jamiroquai anunciam novo álbum "Automaton" para Março...

Os Jamiroquai, superestrelas globais da soul funk eletrónica e vencedores de prémios Grammy, acabam de anunciar o seu regresso aos discos com o oitavo álbum de estúdio, “Automaton”. Escrito e produzido por Jay Kay e Matt Johnson, maestro dos teclados dos Jamiroquai, “Automaton” será lançado a 31 de março. O disco já está disponível em regime de pré-venda, com o qual se recebe imediatamente o single “Automaton”.

16386944_10154998026131118_2261946934666672217_n

Depois de terem causado uma onde de entusiasmo entre milhares de fãs em todo o mundo com o lançamento de “Automaton Transmission 001”, na segunda-feira passada, agora os Jamiroquai revelam o vídeo completo do tema que dá título ao álbum. O vídeo foi realizado por Charlie Lightening (Arcade Firem Björk) com a direção criativa do vocalista Jay Kay, sendo um vídeo com toques de ficção científica neo-noir. Este é o mais recente vídeo da banda, responsáveis por telediscos inovadores como “Canned Heat”, “Little L” ou “Virtual Insanity”, este último vencedor de 4 MTV Video Music Awards.

A inspiração para ‘Automaton’ surgiu do reconhecimento do crescimento da inteligência artificial e da tecnologia no mundo atual e do facto de nós como seres humanos começarmos a esquecer-nos das coisas mais agradáveis, simples e eloquentes da vida, seja no meio ambiente, seja na relações entre humanos”, afirma Jay Kay.

 

Fundados em 1992 pelo vocalista Jay Kay, os Jamiroquai afirmaram-se, desde o lançamento do álbum de estreia, “Emergency on Planet Earth”, em 1993, como um dos grupos mais bem-sucedidos do planeta. Com admiradores célebres como Chance the Rapper, The Black Madonna, Anderson.Paak, Pharrell, Tyler the creator, Jungle, Redman, Stevie Wonder e The Internet, os Jamiroquai têm provado ser um dos grupos mais venerados e inovadores do nosso tempo. Com sete álbuns que já alcançaram o Top 10 de vendas do Reino Unido (e três deles chegaram ao 1.º lugar), o grupo vendeu mais de 26 milhões de álbuns em todo o mundo, mantendo o recorde do Guinness com o disco de funk mais vendido de sempre.

 

Os Jamiroquai voltam este ano aos concertos, tendo já agendado o seu regresso a palcos portugueses, no próximo dia 5 de agosto, no âmbito do festival MEO Sudoeste.

“Pensando Nele”… a estreia do vídeo de Momo

Pensando Nele”, o primeiro single de “Voá”, o novo álbum de Momo já tem videoclip. Realizado por André Tentúgal, o filme representa a visão onírica que a música de Momo nos transmite, de uma forma poética e simples, característica presente ao longo de todo o álbum.

16142642_10206977281939869_1801153174884373269_n

Voá”, produzido por Marcelo Camelo, será editado a 10 de fevereiro, data em que poderemos ouvir, pela primeira vez ao vivo, uma amostra das novas canções. Momo é um dos nomes confirmados para atuar dias 10 e 11 de fevereiro na 2.ª edição da Avenida Paulista, primeiro no Teatro São Luiz, em Lisboa, depois no Cine-Teatro Louletano.

Fevereiro levará Momo a Ílhavo, à Casa da Cultura, dia 14; a Évora, ao Teatro Garcia de Resende, dia 16; a Ponte de Lima, ao Teatro Diogo Bernardes, dia 17; e a Gouveia, ao Teatro Cine, dia 18, datas em que fará os concertos de abertura de Mariana Aydar e Dani Black.

 

Raquel Tavares apresenta novo álbum "Raquel" nos Coliseus em Abril…

Raquel Tavares, uma das mais importantes e consistentes vozes do Fado contemporâneo, faz a sua grande estreia nas duas mais emblemáticas salas portuguesas, os Coliseus, já no próximo mês de abril. A fadista apresenta dia 21 no Coliseu dos Recreios e dia 22 no Coliseu do Porto, o último álbum de estúdio, “Raquel”, editado no passado dia 6 de Maio de 2016, pela Sony Music.

Raquel Tavares - Foto Promo 2

“Vou concretizar um dos maiores sonhos da minha vida. Cantar nos Coliseus de Lisboa e Porto. Precisamente 20 anos depois de ter pisado o palco do Coliseu de Lisboa pela primeira vez na Grande Noite do Fado (1997), apresento o disco 'Raquel', num concerto que no último ano me tem dado tantas alegrias, juntamente com a equipa que me acompanha e que vive tudo isto tanto quanto eu. É enorme a emoção e poucas as palavras para a descrever. Sei que serão duas noites mágicas que ficarão guardadas em mim para sempre, como aquela noite há 20 anos atrás”, explica a fadista.

 

Raquel”, o terceiro longa-duração, sucessor de “Bairro” (2008), produzido por Fred Pinto Ferreira, João Pedro Ruela e Tiago Bettencourt, é um disco intemporal que nas suas 12 canções apresenta o Fado de Raquel, o Fado clássico, enraizado na mais profunda tradição, o espelho mais fiel da alma portuguesa, com fortes pulsações do presente. Este disco junta alguns dos mais importantes compositores da moderna lusofonia, como Caetano Veloso, Mallu Magalhães, Rui Veloso, António Zambujo, Miguel Araújo, Jorge Cruz e Tiago Bettencourt, a nomes incontornáveis da sua História, de Alfredo Marceneiro a Pedro Homem de Mello, passando por João Dias, Carlos Rocha ou Arlindo de Carvalho.

 

Coliseu dos Recreios (Lisboa)

21 de abril de 2017 | 21.30h

 

Coliseu (Porto)

22 de abril de 2017 | 21.30h

Carla Pires… Agenda de concertos

Carla Pires encerrou o ciclo de concertos de 2016 com chave de ouro, dando um excelente concerto no Théâtre de la Ville em Paris, no dia 26 de Novembro, acompanhada por Luis Guerreiro (guitarra portuguesa), Bruno Mira (guitarra portuguesa), André Santos (guitarra clássica) e Marino de Freitas (baixo acústico).

15203172_2157732461118478_4306980775091101294_n

Em 2017, Carla Pires retoma a tour de apresentação do seu novo álbum "Aqui" já no dia 4 de Março em Vernier (Genebra). Seguem-se 3 concertos no Festival Women in (e)motions*, em Bremen (Alemanha), nos dias 8,9 e 10. A fadista fará uma incursão ao País Basco a 30, 31 de Março e 1 de Abril e regressa a Gent e Bruxelas a 20 e 21 de Abril respectivamente. Ainda em Abril algumas datas a confirmar.

Nestes concertos, Carla Pires será acompanhada por Bruno Mira (guitarra portuguesa), André Santos (guitarra clássica) e André Moreira (baixo).

Aldina Duarte… a Música e as Palavras

“Fado: um lugar marcado, onde sei que me encontro... Foi na Culturgest, nesta sala em meia-lua, onde dei o primeiro concerto da minha vida, onde o meu fado se tornou conhecido, e reconhecido, para o grande público, que acompanha o meu trabalho desde então. Este palco tem a medida certa para o meu fado, é um lugar onde é possível revelar-se genuinamente. Desta vez vou estrear dois fados (inéditos) escritos de propósito para este concerto – Fado: a Música e as Palavras – por dois poetas de quem já gravei discos inteiros: João Monge, Crua; Maria do Rosário Pedreira, Romance(s).

15626509_10154414713823439_4784099314458335751_o

Arriscar é um verbo que aplico neste palco; falo do processo criativo, porque aprendi aqui que para crescer em palco, tal e qual como na casa de fado, devo arriscar momentos e alinhamentos únicos, mais do que brilhar fazendo o que já sei que resulta.

Entre os meus encontros artísticos no meio do fado estão Beatriz da Conceição, Camané, Maria da Fé, Carlos do Carmo, Maria Amélia Proença, João Ferreira-Rosa, Manuel Martins, Fontes Rocha, Fernando Peres (Paquito), José Manuel Neto, Carlos Manuel Proença, Paulo Parreira e Rogério Ferreira, e há alguém vindo de fora do fado, mas por dentro da música e das palavras, o Pedro Gonçalves, dos Dead Combo, meu produtor musical desde o último disco – Romance(s) – o cúmplice criativo que me faz ir mais longe, e com quem vou ter, também, um momento fundamental neste concerto.

Aprendi com o fado a despedir-me, a partir e a regressar, por saber e sentir que tenho um lugar marcado onde sei que me encontro, a bem ou a mal, num espaço sagrado e vital e, por isso, inviolável. Nele descubro que do luto se renasce e que de amor nunca morri. Esta é a minha fortaleza redentora, ora consoladora, ora agreste, ser fadista. E é meu desejo que vos sirva de alguma coisa: a escuta”. Aldina Duarte

 

Culturgest (Lisboa)

27 de janeiro 2017 | 21.30h

“Construtores do Império”… da Conquista de Ceuta à criação do governo-geral do Brasil

O Império Português foi construído por todo o Reino: reis, nobres, membros do clero e do povo, pelos que partiam e pelos que ficavam. Um esforço conjunto que permitiu a Portugal mostrar novos Mundos ao Mundo. Mas quem foram as figuras que encabeçaram esta construção? Algumas são bem conhecidas, como o Infante D. Henrique, Afonso de Albuquerque ou D. João de Castro, mas outras ficaram na sombra. Construtores do Império apresenta-nos 12 biografias de personalidades que se revelaram essenciais para a construção do Império Português: D. Fernando, o Infante Santo, pelo seu cativeiro e consequente morte, foi o garante da conservação de Ceuta, peça imprescindível para o poder português no Norte de África; D. Beatriz, a única mulher retratada nesta obra, foi responsável pelo crescimento económico da Madeira, pela reorganização do povoamento dos Açores e pelo desenvolvimento de Cabo Verde; Jos Dutra, capitão do donatário dos Açores, representa este grupo e a sua importância na consolidação do Império; Pedro e Jorge Reinel fazem parte da primeira geração de cartógrafos portugueses, o seu talento e conhecimento permitiram visualizar os novos territórios conquistados. Duarte Coelho começou a sua carreira na Ásia, tendo acabado como colonizador do Brasil, um reflexo do deslizar do centro de interesses do Império Português do Oriente para o Atlântico Sul.

untitled

Estas são apenas algumas das figuras que os historiadores João Paulo Oliveira e Costa e Vítor Luís Gaspar Rodrigues nos apresentam nesta obra que realça a dimensão da ação individual na História.

 

Edição: A Esfera dos Livros

Á venda a 27 de Janeiro 2017

"Caetano Apresenta Teresa"… Digressão mundial chega ao Coliseu do Porto

Depois de em Setembro do ano passado ter esgotado duas datas no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, Caetano Veloso atua no Coliseu do Porto a 25 de Abril, no formato mais apreciado pelo público português: voz e violão. Teresa Cristina, uma das mais prestigiadas cantoras de samba do Brasil, é a convidada do artista para abrir o espectáculo, integrado na digressão mundial "Caetano Apresenta Teresa", que marca o primeiro projecto internacional dos dois artistas.

Rafael Berezinski-4689

photo: Rafael Berezinski

 

Numa noite em que o consagrado músico brasileiro assume o papel de anfitrião, caberá ao próprio a primeira entrada em palco para apresentar o charme e elegância de Teresa Cristina aos presentes. A primeira parte fica assim a cargo de Teresa Cristina que, acompanhada pelo violão de Carlinhos 7 Cordas, interpreta o seu último trabalho, uma homenagem a Cartola, compositor maior do samba e autor de canções intemporais como "As Rosas não Falam" ou "O Mundo É um Moinho".

 

Segue-se a actuação de Caetano Veloso a solo, sempre uma surpresa irrepetível. Na companhia do seu violão, Caetano passará por alguns dos sucessos de uma carreira de cinco décadas mas nunca escolherá o caminho mais fácil, pelo que serão esperadas também interpretações de músicas de outros artistas ou até temas inéditos.
Juntos, regressam para encerrar o espectáculo, cantando alguns dos maiores sucessos do músico baiano.

 

Coliseu (Porto)

25 de Abril 2017

Montepio às vezes o amor… Rui Veloso esgota Centro Cultural de Viana do Castelo

Cerca de 2.000 pessoas já garantiram o seu lugar no Centro Cultural de Viana do Castelo para ouvir um dos maiores ícones da música portuguesa e, certamente um dos maiores responsáveis pela banda sonora de muitas das paixões dos últimos 35 anos. Depois de Aurea, que esgotou o Cine Teatro Avenida em Castelo Branco, Rui Veloso é o segundo artista a garantir casa cheia no próximo dia 11 de Fevereiro.

6d03fdd6-dca5-462f-be4c-cf60fdb72197

Nesse mesmo dia, atuam ainda Jorge Palma em Aveiro, Raquel Tavares em Beja, HMB em Vila do Conde e Rita Guerra em Vila Nova de Gaia. Os concertos regressam depois no dia 14, com os Amor Electro no Coliseu do Porto, Paulo Gonzo em Lagoa, Gisela João em Coimbra, André Sardet em Leiria, João Pedro Pais em Faro e o original e irrepetível 'Deixem o Pimba em Paz' com Manuela Azevedo e Bruno Nogueira no Coliseu de Lisboa.

 

Montepio às vezes o amor - O Festival de Música do Dia dos Namorados regressa já nos próximos dias 11 e 14 de Fevereiro. São 12 as cidades, de Viana do Castelo a Faro, que vão celebrar São Valentim ao som de 12 grandes nomes da música nacional.

XXI Viagem Medieval… Candidaturas para projetos de Animação

De 1 a 28 de fevereiro de 2017, decorre o período de candidaturas para a área de Animação da Viagem Medieval em Terra de Santa Maria, nas vertentes Música, Teatro, Dança e Artes Circenses.

13872809_1810559252511356_2412260969592480859_n

photo: Paulo Homem de Melo

 

Os processos de candidatura, completos e devidamente instruídos, devem ser remetidos para o e-mail animacao@viagemmedieval.com. As fichas de candidatura estarão disponíveis on-line, em www.viagemmedieval.com, a partir de 1 de fevereiro. No dia 2 de fevereiro, realiza-se uma sessão de esclarecimento, às 21h30, no Cineteatro António Lamoso. Com este encontro, a organização pretende esclarecer todas as dúvidas relacionadas com o processo de candidaturas a projetos de Animação e com o evento na sua globalidade.

 

Organizada pela Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, empresa municipal Feira Viva e Federação das Coletividades de Cultura e Recreio do Concelho, a XXI Viagem Medieval vai realizar-se de 2 a 13 de agosto de 2017 e será dedicada ao reinado de D. Afonso IV