Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Musicbox Heineken Séries apresentam… Marvin & Guy

A primeira Musicbox Heineken Series do ano acontece já dia 24, às 00h20. A rúbrica mensal dedicada a abrir horizontes ao panorama musical emergente internacional até ao clubbing apresenta, em Fevereiro, os Italianos Marvin & Guy.

c08f7e27-e566-44ae-986a-e8d72e6df1ec

É um projeto criado pela dupla italiana de Dj e produtor Alessandro Parlatore e Marcello Giordani, que definem a sua sonoridade como Groovy Techno. Lançaram o primeiro EP em 2011 pela editora japonesa Let’s Get Lost, ambos juram que esse primeiro trabalho nasceu debaixo de uma palmeira com um flamingo a ouvir música tropical, desde então não pararam de produzir. Já conquistaram o lugar no clubbing Europeu, e agora com estreia em Portugal. A dupla escolheu o Musicbox para apresentar o novo trabalho, acabado de sair.

 

A anteceder os Marvin & Guy, estão os PISTA, de regresso ao Musicbox a banda do Barreiro, que já nos proporcionou noites intensas de rock tropical que transpira sedução e ginga de cintura. Os Pista vão espalhar as notas da festa, será o último concerto antes de iniciarem gravações do novo disco. Para encerrar a noite, DJ BLACK, aka Nelson Gomes é produtor, músico, militante na arte de trabalhar a música como objecto de pensamento, exploração e desafio. Um dj set liberto da pressão comercial e das tentativas de agrado a ouvidos orelhudos.

 

Musicbox (Lisboa)

24 de Fevereiro 2017 | 00.00h

União das Tribos esgota concerto em Almada...

O novo disco da União das Tribos é a página que separa dois capítulos.

Apresentando um novo vocalista, Mauro Carmo, e com meses de pleno prazer, acompanhado pela guitarra, foi assim que António Côrte-Real, o principal impulsionador do grupo, foi imaginando as canções de “Amanhã”, o segundo disco da carreira do grupo. O disco teve apresentação no passado dia 11 no Auditório Fernando Lopes Graça em Almada. O grupo teve a honra de subir a palco perante uma plateia esgotada e foram muitos os momentos emocionantes, vividos e registados, que ficarão para sempre na memória do grupo.

untitled

Depois, já em parceria com David Arroz, foi surgindo a composição das letras, e a entrada em estúdio, com a banda reunida e a escolha dos convidados, deu origem ao que pode ouvir-se hoje, neste registo. “Amanhã” inclui 9 temas originais e duas versões, uma das quais da “Canção do Engate”, com interpretação de Miguel Ângelo. Esta e as outras canções, que ao vivo, revelam toda a garra, resistência e puro rock que as alimentam, contam igualmente, com a participação de um leque de convidados, neste novo disco. Tim, António Manuel Ribeiro, Carlão, Anjos e Mafalda Arnauth são os nomes que dão voz aos temas de autoria de António Côrte-Real e David Arroz.

"Amanhã", o novo disco da União das Tribos, teve entrada directa para o 9º lugar do Top nacional de vendas

Eddie Izzard… Top Stand Up Comedian pela primeira vez em Portugal

Eddie Izzard, um dos mais famosos e mais respeitados comediantes do mundo, apresenta-se em Portugal pela primeira vez, com “Force Majeure”, pela mão da H2N Phenomena Makers. “Force Majeure” é a maior digressão mundial de comédia de sempre do ator e humorista britânico, e tem-se revelado um verdadeiro fenómeno de bilheteira. Dia 28 de Março sobe ao palco do Tivoli BBVA, em Lisboa!

ae2939a1-0760-4909-901e-f3d73b344528

Muitas vezes referido como “O Python Perdido” (título atribuído pelos próprios Monty Python), Eddie Izzard tem sido aclamado como um dos maiores artistas de stand-up da sua geração. A sua carreira como artista de rua começou em 1983, em Covent Garden, Londres. Em 1993 levou ao palco do West End, em Londres, o seu primeiro espetáculo de stand-up, “Live At The Ambassadors". Desde então, sucedem-se as tournées internacionais esgotadas e aclamadas pela crítica, incluindo “Definite Article”, “Dress To Kill”, “Glorious” e “Stripped”, além de inúmeros prémios, dos quais se destacam dois Emmys.

 

Eddie Izzard apresenta, regularmente, espetáculos na Madison Square Garden Arena, em Nova Iorque, sendo um dos únicos quatro comediantes a atuar naquela sala. Em 2011, foi o primeiro comediante de stand-up a apresentar-se no lendário Hollywood Bowl. Inicialmente reconhecido como comediante, Eddie é, igualmente, respeitado enquanto ator de cinema, teatro e televisão. As suas participações em teatro incluem “The Cryptogram”, de David Mamet e “Day In The Death Of Joe Egg”, em Londres e na Broadway, que lhe garantiram vários galardões de prestígio, incluindo uma nomeação ao Tony para Melhor Ator. O seu trabalho em cinema inclui “Valquíria”, ao lado de Tom Cruise ou  “Ocean’s Twelve” e “Ocean’s Thirteen”, com Brad Pitt e George Clooney.

 

Participou como Long John Silver na série de televisão “Ilha Do Tesouro” e no sucesso americano de TV “Os Ricos”. Outras séries de televisão notáveis incluem “Hannibal” e “Natal Perdido”. No final deste ano, Eddie poderá ser visto no grande ecrã, no filme de animação “Rock Dog”.

Recentemente, terminou as gravações de “Victoria e Abdul”, de Stephen Frears, a sequela de “Mrs. Brown”, com Judi Dench.

 

Com “Force Majeure” a sua mais longa tour de sempre, Eddie Izzard começou a  volta ao mundo na Primavera de 2013. De Cardiff à Cidade do Cabo, de Moscovo a Montreal, Eddie visitará cerca de 30 países, entre a Europa, EUA, África, Rússia, Austrália, Nova Zelândia, Índia, Nepal e Sudeste Asiático.

Take That revelam novo single… “Giants”

Os Take That acabam de anunciar o lançamento do oitavo álbum de estúdio, “Wonderland”, apenas dois anos depois de “III”, que atingiu o 1.º lugar do top de vendas. O novo álbum será editado a 24 de março com o selo da Polydor Records.

J1492_TT_Wonder_PS_300dpi_4000x4000

Wonderland” 11 temas originais, incluindo o primeiro single “Giants”, que será revelado amanhã na rádio, ficando imediatamente disponível nas lojas e plataformas digitais. “Giants” foi produzido por Mark Ralph (Clean Bandit, Years & Years), que venceu o prémio de Produtor do Ano nos MBW A&R Awards de 2016.

Gary Barlow, Howard Donald e Mark Owen trabalharam com produtores reconhecidos como  Tony Hoffer (Beck, Supergrass, Goldfrapp), Stuart Price (Madonna, The Killers, Gwen Stefani) e Mark Crossy (Arctic Monkeys, The Gaslight Anthem) neste “Wonderland”. Este sera o segundo álbum do grupo enquanto trio. Este também será o primeiro álbum do grupo a ser lançado em vinil desde “Everything Changes”, de 1993.

 

Os Take That são um dos grupos mais bem sucedidos do Reino Unido, com uma carreira invejável de três décadas. A banda já vendeu mais de 8 milhões de bilhetes para concertos ao longo do seu percurso, tendo quebrado o recorde da digressão que esgotou mais rapidamente no Reino Unido quando foram vendidos 1,34 milhões de bilhetes para a “Progress Live Tour” em menos de 24 horas. Só no Reino Unido, o grupo teve sete álbuns em 1.º lugar do top, 15 singles em n.º 1, além de terem vendido mais de 45 milhões de discos e sido premiados com seis prémios Ivor Novello e oito prémios BRIT. “III”, o mais recente álbum dos Take That, entrou diretamente para o primeiro lugar aquando do seu lançado, em 2014, sendo que o single “These Days” também chegou ao topo de vendas.

Miguel Araújo confirma 3 datas na Casa das Artes em Famalicão

Miguel Araújo acaba de anunciar a terceira data na Casa da Artes de Famalicão, a 9 de Março. Com esta data, que se junta aos concertos dos dias 10 e 11 de Março, Miguel Araújo torna-se o primeiro artista a realizar três concertos consecutivos nesta sala.

16807061_1345491925474353_282228121918758112_n

Os concertos de Famalicão têm o atractivo de serem os espectáculos em que Miguel Araújo dará a conhecer alguns temas do seu novo álbum, cuja edição está prevista para o fim de Abril, acompanhado por uma nova formação da sua banda para teatros e auditórios (sexteto). Antes da edição do álbum, mais precisamente a 10 de Março, será editado o primeiro single.

 

Além desta terceira data em Famalicão, foram também divulgados mais concertos desta digressão 2017, que conta já com mais de 30 datas, entre as quais o regresso ao festival MEO Marés Vivas, juntando-se a Sting no cartaz de dia 16 de Julho. Nesta digressão destacam-se ainda os espectáculos agendados para os Coliseus do Porto e Lisboa, a 4 e 11 de Novembro respectivamente

Diana Krall… novo álbum “Turn Up the Quiet” editado a 5 de Maio

A multiplatinada cantora e pianista Diana Krall, distinguida com vários prémios Grammy, anunciou o lançamento do seu novo disco, “Turn Up the Quiet”, com edição prevista a 5 de maio, com selo da Verve Records. O novo álbum de Diana Krall celebra o regresso da cantora ao jazz e ao Grande Cancioneiro Americano, reunindo a cantora ao produtor Tommy LiPuma, já premiado nos Grammy. A pré-venda já está ativa e com ela o primeiro tema a ser conhecido deste disco: “Night and Day”, de Cole Porter.

Diana_Krall_Turn_Up_The_Quiet_Noise_billboard_embed

As primeiras datas da digressão mundial, que se realizará entre 2017 e 2018, já foram conhecidas. A tour de Diana Krall arranca nos Estados Unidos a 2 de junho, sendo que em breve serão anunciadas novas datas. A artista também virá à Europa durante esta digressão, a partir de 10 de setembro, sendo de destacar ainda as duas noites na célebre sala Royal Albert Hall, em Londres, a 27 e 28 de setembro.

Diana Krall é a única cantora de jazz com oito álbuns a alcançarem o top Billboard Jazz Albums. Até à data, os seus discos já foram premiados com cinco prémios Grammy, oito prémios Juno, além de ter atingido nove discos de ouro, três platinas e sete multi-platinas. A arte única de Diana Krall transcende quaisquer estilos musicais e tornou-a uma das mais reconhecidas artistas do nosso tempo.

 

Para conhecer todas as datas da digressão visite www.dianakrall.com.

 

Foque… Projeto de Luis Leitão com novo single "Yes, Sir!"

Foque… Assim se intitula o projecto a solo de Luís Leitão.

Este apresenta-se com um heterónimo para onde canaliza todo o seu trabalho musical. Com projetos como músico (Samsara) e produtor (Caligula) num futuro próximo surge a necessidade de focar tudo numa só coisa.

foque #2

Samplando-se a si próprio e colaborando com todo o tipo de artistas, promete tomar o ano de 2017 de assanto. O novo single chama-se “Yes, Sir!" e faz parte do EP "Cabum", que tem data de lançamento agendada para o próximo dia 6 de março.

É um projeto que nasce da necessidade de ter independência musical e de largar, não as guitarras nem as baterias convencionais, mas o rock em geral, onde havia estado embrenhado grande parte da sua vida…

De espada e pena na mão trabalha a electrónica, as melodias digeríveis e as ausências e presenças excessivas. 

A Hora do Planeta em Março

A Hora do Planeta, promovida pela WWF, reúne no próximo dia 25 de Março pelas 20h00 no Parque Eduardo VII em Lisboa vozes bem conhecidas dos portugueses para um concerto único e solidário à luz das velas. Raquel Tavares, Matias Damásio, Tiago Bettencourt, André Sardet, Tito Paris, Samuel Úria, Enoque e Janeiro celebram em concerto a Hora do Planeta em Portugal, uma iniciativa global ambiental da WWF, que visa alertar e sensibilizar indivíduos, empresas, governos e comunidades a assumirem compromissos e hábitos mais sustentáveis.

sem nome

Ângela Morgado da WWF, refere que “É fantástico ver os artistas que se juntaram a uma causa que é de todos nós, para celebrar o nosso planeta e passar uma mensagem forte de que os portugueses querem mais e melhores hábitos e compromissos sustentáveis. A luta contra as alterações climáticas toca-nos a todos nós em Portugal e pelo mundo e a 25 de Março teremos a oportunidade de celebrar, cantar e sensibilizar para a urgência de mudança. Contamos que sejam muitos a juntar- se a esta iniciativa que reúne alguns dos melhores músicos de língua portuguesa.”

 

A Hora do Planeta é hoje a maior campanha ambiental do mundo, mobilizando milhares de milhões de pessoas em mais de 8.000 cidades e vilas em 178 países e territórios incluindo Portugal. No último ano, em Portugal foram mais de 110 municípios que participaram nesta iniciativa, com particular destaque para os inúmeros monumentos a desligar as luzes, entre eles encontram-se por exemplo a Ponte 25 de Abril, a Torre de Belém, o Mosteiro dos Jerónimos, o Palácio Nacional da Pena, o Palácio Nacional de Sintra, o Palácio de Monserrate, o Castelo dos Mouros, o Castelo de S. Jorge, o Museu da Eletricidade, as Muralhas de Miranda do Douro, o Castelo de Porto de Mós, o Monumento dos ex-Combatentes do Ultramar de Santa Comba Dão, o Castelo e a Igreja dos Agostinhos em Vila Viçosa, as Muralhas de Serpa, a Ponte de São Roque e a Torre de Menagem em Chaves, a Igreja Matriz do Alvito, e o Mosteiro de S. Dinis em Odivelas, entre muitos outros.

 

“I Can’t Breathe” no Teatro José Lúcio da Silva

Os acontecimentos em torno da morte do cidadão norte-americano Eric Garner, que deram origem ao movimento “I Can’t Breathe”, são o ponto de partida para uma reflexão sobre a ligação entre a exposição e total visibilidade da pornografia e a sociedade contemporânea.

I-Cant-Breathe-2-1600x675

 

Um ator de teatro e uma ex atriz de filmes pornográficos encontram-se com a esperança de entender a crescente ausência de intimidade, a necessidade urgente em tornar tudo visível, a sensação de sufoco e indiferença, o cansaço generalizado e, sobretudo, para evitar o fim anunciado do mistério e da ilusão nas suas vidas.

“I Can’t Breathe” com Ana Monte Real e Elmano Sancho

 

Teatro José Lúcio da Silva (Leiria)

18 de Fevereiro 2017 | 21.30h

Marvel Lima trazem a "Primavera" como novo single…

Após a contagiosa "Fever", os Marvel Lima lançam agora o vídeo de "Primavera" realizado por David Tutti dos Reis. A terceira aposta de um dos melhores discos do ano passado, cruza reminiscências rítmicas de Fela Kuti com riffs que podiam ter surgido no Electric Ladyland de Jimi Hendrix, causando um movimento de anca obrigatório ao ouvinte.

23e6eac4-db46-4015-a8e8-f265cce3b079

Este terceiro single, retirado do álbum homónimo da banda de Beja, surge numa altura em que a Primavera está aí à porta e lança os Marvel Lima para um 2017 que se espera tão bom ou melhor do que 2016.

Entre vozes, percussões, sintetizadores, guitarras, baixo e bateria, este projecto recria a ambiência distorcida de uma viagem temporal entre os anos originais do rock psicadélico e a música contemporânea de hoje, com um forte tempero mediterrâneo e assumida influência latina. Uma mistura de géneros, onde rock psicadélico, congas e groove são hashtags para o álbum que saiu a 14 de Outubro