Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Patxi Andion Zeca no Coração…

É longa e funda a relação do célebre cantor espanhol Patxi Andión com o nosso país. Remonta a 1969 e passa pelo Zip Zip e pelo enorme José Carlos Ary dos Santos que traduziu algumas das suas canções e as entregou à voz de Tonicha.

17917829_10154322986176976_3984112517965669111_o

Nestas visitas a Portugal, Patxi aprendeu a nossa língua, facto de que se orgulha, e conheceu José Afonso, o "amigo Zeca", como a ele se refere hoje. Nas canções de protesto de Zeca conheceu melhor o país que se ergueu contra a ditadura. Patxi travou conhecimento com José Afonso nos estúdios da Tóbis onde se gravava o histórico Zip Zip e no mesmo dia foi expulso do país pela PIDE que lhe condenava as amizades e certamente as palavras que traduziam as suas ideias de liberdade.

 

Esta história justifica o seu novo regresso a Portugal, no ano em que se assinalam três décadas sobre o desaparecimento de José Afonso. Patxi propõe-se reunir amigos, tantos dos quais foram próximos de Zeca Afonso, reunir canções aprendidas na discografia de Zeca Afonso, canções como "Venham mais cinco" ou "Traz Outro Amigo Também", tão importantes para a nossa história moderna, e celebrar a liberdade a partir dos palcos do CCB e da Casa da Música, já no próximo mês de Junho. À obra de Zeca juntam-se, obviamente, os momentos mais celebrados da sua própria discografia, canções feitas do mesmo fervor: um amor imenso por uma liberdade total. Canções, como as de Zeca, que também carregam histórias, memórias e uma identidade de um povo.

 

Diz Patxi que estes concertos não pretendem ser uma homenagem, antes um reconhecimento: "há muito da vida e da obra de Zeca que vive em mim", garante Patxi Andión. Uma das maiores vozes de Espanha a cantar a obra de um dos maiores génios da canção portuguesa: não é possível pedir mais em ano tão especial.

 

Casa da Música (Porto)

5 de Junho 2017 | 21.00h

“O Grande Tratado de Encenação”… a estreia em Matosinhos

Se “todo o mundo é um palco”, conforme enunciou William Shakespeare, o espaço cénico pode também constituir-se como microcosmos ou metáfora da realidade, urdindo-se ali os possíveis caminhos para que alterar a cena do mundo. Esta parece ser, em resumo, a proposta da mais recente criação do Teatro Experimental do Porto, a peça “O Grande Tratado de Encenação”, que terá estreia absoluta no Teatro Municipal de Matosinhos-Constantino Nery no dia 20 de abril.

o grande tratado de encenação TEP2017

“Construímos uma situação dramática onde três jovens projetam a invenção de um país que ainda não existe. Discutem a utopia de um país novo, como se de um novo espectáculo de teatro se tratasse”, afirmam Gonçalo Amorim e Rui Pina Coelho, os autores, no texto de apresentação da peça.

 

“O Grande Tratado de Encenação”, tem como ponto de partida o “Pequeno Tratado da Encenação”, livro que António Pedro, o fundador do TEP, escreveu em 1962 e teve significativo impacto no teatro português do seu tempo. A peça tem cenografia e figurinos de Catarina Barros e conta com a interpretação de Catarina Gomes, Sara Barros Leitão e Paulo Mota.

A estreia está marcada para o dia 20 de abril, pelas 21h30, ficando o espetáculo em cena até ao dia 23.

 

Teatro Municipal de Matosinhos - Constantino Nery

20 a 23 de Abril 2017 | 21.30h

Mário Laginha Trio ao vivo na Culturgest…

Mário Laginha apresenta-se ao vivo na em formato trio na Culturgest, já no dia 19 de Abril. É o próprio Mário Laginha que fala do concerto que vai apresentar…

“De cada vez que me convidaram para tocar na Culturgest, fui sempre desafiado a apresentar projetos que eu queria muito fazer, mas que por falta de tempo, ou de oportunidade, ainda não tinha conseguido realizar. Foi assim que fiz o meu disco a solo (Canções e Fugas) e o meu disco com o Novo Trio (Terra Seca), que me permitiu escrever música pela primeira vez para piano, guitarra portuguesa e contrabaixo. Ambos nasceram de concertos nesta sala. Fiquei por isso sentimentalmente ligado a ela. É por causa desse passado que quero voltar a trazer aqui música nova, sabendo que depois a irei gravar. É já uma tradição e as tradições, se forem boas, são para manter.

02-mariolaginha

photo: Marcia Lessa

 

Desta vez venho com os meus companheiros de sempre: Bernardo Moreira no contrabaixo e Alexandre Frazão na bateria. É um trio clássico, mas é talvez a formação onde a liberdade é maior. Tocar com eles é sinónimo de fazer música com prazer, de poder arriscar sem sentir medo, experimentar novos caminhos sem ter que os comunicar ou explicar antecipadamente. É difícil encontrar músicos com quem seja tão fácil tocar. Por muito contraditório que possa parecer, há aqui um conforto que nos empurra para o risco. E esse risco é um dos motores da improvisação e da própria criação.

 

Quando entrar no palco e olhar em volta, vou ver o Bernardo e o Alexandre à minha frente, o público à minha direita, sentar-me-ei ao piano e sei que vou pensar: sou um tipo cheio de sorte.”

 

Culturgest (Lisboa)

19 de Abril 2017 | 21.30h

Tony Junior e Matisse & Sadko confirmados na EDP Beach Party

A EDP Beach Party está a pouco mais de dois meses e meio e depois de revelados os primeiros seis nomes do cartaz, Martin Garrix, Hardwell, KSHMR, Carnage, Bassjackers e Moksi, a Rádio Nova Era anunciou hoje mais dois nomes de peso para a maior Beach Party da Europa: Tony Junior e Matisse & Sadko.

mf1

Da fria Rússia chega uma dupla de irmãos que aquece os fãs da música eletrónica com a sua vibe e grandes produções. A dupla Matisse & Sadko  é formada por Alexander (Matisse) e Yury (Sadko) e é nos dias de hoje uma dupla em ascensão no panorama mundial da EDM. A sua performance em palco é um autêntico quadro pintado com as mais variantes cores carismáticas e vibrantes da música eletrónica. Contagiam da primeira à última batida e prometem no dia 30 de junho a true live experience para os amantes da verdadeira  música eletrónica na maior Beach Party da Europa

 

Tony Junior é um prodígio da dance scene atual holandesa e um DJ e produtor mundial que não deixa ninguém indiferente. Ao seu toque de magia na produção, junta-se a sua carismática presença. Tem uma agenda preenchida com datas por toda a Europa, Ásia, América do Sul e Estados Unidos. Tony Claessens aka Tony Junior vai estar no palco da maior pista de dança da Europa, com o mar como pano de fundo. Dia 30 de junho vai fazer vibrar a  Praia do Aterro Norte em Matosinhos.

 

 

"Love is a Strange Thing"… o novo video dos The Happy Mess

É lançado hoje o novo vídeo dos The Happy Mess, que estão de regresso com um novo single. "Love is a Strange Thing" dá o arranque para a apresentação do terceiro álbum de originais da banda.

17800221_1944928379074442_914758174223023356_n

photo: Inês Lopes da Costa

 

Um vídeo realizado por David Francisco/Moopie, que teve carta branca da banda para criar um universo visual para este tema que mergulha nas particularidades do amor nos pequenos e colossais detalhes que nos inquietam, que nos tornam eufóricos e felizes, por vezes irremediavelmente incoerentes e irracionais.

Os The Happy Mess mantêm as referências ao universo Indie/Pop que tem cativado público nacional e internacional. A produção deste tema ficou a cargo de Rui Maia (X-Wife / Mirror People) e Fred Ferreira (Orelha Negra / Banda do Mar).

 

O grupo é composto por Miguel Ribeiro (voz e guitarra), Joana Duarte (voz e sintetizadores), João Pascoal (baixo) & Hugo Azevedo (bateria), Zé Vieira (guitarra) e Afonso Carvalho (teclados).

 

Skunk Anansie no North Music Festival em Guimarães

Skunk Anansie, a banda da carismática SKIN é uma das atrações internacionais escolhida para o primeiro dia de festival, um dia que se prevê mais rockeiro que o segundo, com actuações nacionais de Amor Electro e Sean Riley & The Slowriders, entre outros.

GLAM - Skun.jpgphoto: Paulo Homem de Melo

 

Com mais de cinco milhões de discos vendidos e sete tours esgotadas mundialmente, os Skunk Anansie foram das bandas mais bem sucedidas da Europa durante os anos 90. Com êxitos como "Weak", "You follow me down", "Secretly" ou "Hedonism" entre tantos, tantos outros, ganharam um público fiel em Portugal e esgotam salas sempre que se apresentam por cá

“BOWIE70” em vinil autografado….

O disco que reúne alguns dos nomes mais sonantes da música Portuguesa da atualidade, e que entrou diretamente para o nº 1 do Top Nacional de vendas, é editado agora formato em vinil.

Bowie 70 vinil foto

“BOWIE70” estará disponível a partir de amanha, 14 de Abril de 2017, em vinil duplo, colorido (um vinil azul e outro vermelho, translúcido e de 180 gm, capa em gatefold).

Este formato pensado para os verdadeiros fãs de Bowie chega dias antes do Record Store day que acontece a 22 de Abril.

Já disponível em pré-venda, está ainda uma edição exclusiva e limitada, autografada por todos os artistas convidados deste trabalho.

"AFXIC" by PHLP (Wushta X Dust Devices)… o video

PHLP. É com este nome que Wushta e Dust Devices baptizam o seu novo projecto colaborativo. Depois de produzirem em conjunto "Monte Carlo", tema principal do primeiro EP de Marcelo Graf Reis (mais conhecido por "Wushta"), ambos decidem estender esta viagem sonora a um nível ainda mais completo.

c079e62c-620b-4ce3-b8ad-13f48aac231f

"AFXIC" encontra-se disponível pelas mãos da Oh Lee Music desde o dia 3 de Abril. O vídeo para este single é o resultado de uma colaboração com a HPPY, um grupo de artistas (skateboarders) que exploram das mais diversas maneiras a filmagem tão característica quanto a do mundo do skate.

Esta experiência sonora e visual representam o culminar de uma colaboração artística de forma independente, ao longo dos anos por este grupo de amigos, espelhando uma dinâmica e atmosfera em ambiente lo-fi.