Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

“O Show do Ano” de Ivete Sangalo em Portugal

Ivete Sangalo, uma das maiores artistas brasileiras da atualidade, regressa a Portugal para um concerto único no dia 29 de Julho. Com mais de 300 canções editadas, 15 milhões de álbuns vendidos e mais de 150 prémios, como o Grammy Latino, Ivete Sangalo é sem sombra de dúvidas um nome de peso no panorama musical brasileiro.

IS_17_news_600x250.jpg

A estes números somam-se outros ainda mais surpreendentes: Ivete Sangalo tem 41 milhões de seguidores nas suas redes sociais – é, segundo a Forbes, a personagem feminina brasileira mais seguida na internet.

Ao longo da sua carreira, a cantora já participou em vários duetos com outros grandes nomes do Mundo da música, como Brian McKnight, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Alejandro Sanz, Juan Luis Guerra, Juanes e Shakira.

 

Ivete Sangalo está sem sombra de dúvidas no auge da sua carreira e vai estar de regresso ao MEO Arena, sala que já encheu por 3 vezes. O espetáculo tem data marcada para a 29 de Julho e os bilhetes estão já disponíveis nos locais habituais.

Niall Horan revela novo single… “Slow Hands”

A Capitol Records acaba de lançar “Slow Hands”, o novo single de Niall Horan, que coescreveu a canção. A voz segura de Horan, aliada a uma linha viciante de guitarra e ao baixo sincopado realçam o desejo fervoroso que a canção celebra.

niallhoran_1.jpg

Niall Horan, que gravou o tema nos lendários East/West Studios, em Los Angeles, disse sobre o single: “Estou tão contente por lançar ‘Slow Hands’. Ultimamente tenho andado a ouvir muita música do início dos anos 1980 e a ser inspirado por aquelas linhas de baixo gordas e o som funky de guitarra. É um outro lado do meu álbum que estou entusiasmado por partilhar.”

Produzido por Julian Bunetta, “Slow Hands” está disponível para download e streaming. Sucede-se ao primeiro single a solo de Horan, “This Town”, que atingiu a marca de Platina nos EUA e vendeu o equivalente a 3 milhões de unidades em todo o mundo. Ao todo já ultrapassou os 350 milhões de streams mundialmente. “This Town” alcançou o n.º 1 dos tops de vendas em 60 países nas primeiras 24 horas.

Horan, que venceu o seu primeiro People’s Choice Award em 2016, tendo levando para casa o prémio para Melhor Artista Revelação, está atualmente em estúdio a trabalhar no seu álbum de estreia.

Jonas Blue lança novo single, “Mama” feat. William Singe

Jonas Blue, o grande artista revelação da música britânica de 2016, acaba de revelar o seu novo single, “Mama”, que conta com a participação do cantor australiano e sensação do YouTube William Singe. Este recente lançamento de Jonas coincide com o arranque da sua primeira digressão europeia, que passará por Colónia, Amsterdão e Paris, terminando a 10 de maio em Londres.

JonasBlue_Mama_Art_FINAL_overlayed.jpg

Mama” ostenta uma melodia de marimba viciante e destaca uma surpreendente performance vocal de Singe. Jonas co-escreveu “Mama” com Ed Drewett (Little Mix, One Direction, Olly Murs) e Sam Romans (Disclosure, Mary J Blige, Alicia Keys).

 

Jonas afirma: "‘Mama’ é uma canção sobre aquela fase da tua vida em que és jovem e livre, sem preocupações, contas para pagar ou problemas e tudo o que te interessa é divertires-te com os teus amigos durante todo o dia e toda a noite!"

"Molten π" é o novo EP dos Fuzzil

Gostam de esbravejar. Sem se darem conta, misturam o Psicadelismo com o Fuzz e carregam muito lentamente no Stoner.

Usam as suas composições para destabilizar mentalidades ou contar histórias de comuns mortais. Entre mudanças e redefinições na formação inicial, os Fuzzil elevaram ao máximo as suas vivências para este segundo trabalho discográfico. Cruzaram quatro mentes criativas (Daniel Costa, Alexandre Ramos, Leonardo Baptista e Wilson Rodrigues) e fundiram-se num só Universo. No fim, deram-lhe um nome… “MOLTEN π”

a1041936559_10.jpg

A mensagem é essencialmente sonora, e pretende chegar a todos. Por isso, caso se deparem com ele(s) a tocar numa esquina mundana ou num Rock Club qualquer, não se admirem...

EP disponivel aqui

 

Próximos concertos:

12 de Maio 2017 | 22.30h - Popular Alvalade (Lisboa)

3 de Junho 2017 -  Stonerator Fest 2017 (Caldas da Rainha)

Memória, Arquitetura e Têxtil em foco na Casa da Memória no mês de Maio

A programação regular da Casa da Memória de Guimarães (CDMG) volta a propor as já habituais e participadas atividades que reúnem naquele espaço o público mais diverso para explorar e partilhar uma memória que se quer construída em conjunto. Este mês, o Guia de Visita está marcado para o dia 6, às 17h00, e está a cargo dos arquitetos Maria Manuel Oliveira e João Pereira Silva. O Domingos em Casa acontece no dia 21, às 11h00, sob o mote Tabula Rasa. Em maio, há também uma conversa, no dia 11, às 21h00, com foco no tema “Têxtil: A Memória do Futuro”. Esta atividade inicia um ciclo de quatro sessões que decorrem no âmbito do programa doutoral em História das Ciências e Educação Científica do Centro de Física da Universidade de Coimbra. De recordar que continua patente na Casa a exposição temporária “Memento (Lembra-te)”, para além da exposição permanente “Território e Comunidade”.

Guia de Visita.jpg

Guia de Visita da Casa da Memória acontece dia 6, com Maria Manuel Oliveira e João Pereira Silva, que foram desafiados a pensar e projetar uma mesa-memória para o Repositório da CDMG, uma mesa que simbolize a memória da casa e que seja também lugar de conversas e trabalhos memoráveis e memorizáveis. A proposta foi feita pela CDMG ao Centro de Estudos de Arquitetura da Universidade do Minho e o resultado chega pela mão dos arquitetos presentes: várias madeiras, de vários tempos e lugares, unem-se num círculo imperfeito e aberto, tal como a memória. A apresentação e explicação da mesa do Repositório da CDMG é o tema central desta visita guiada pelos seus autores.

T+¬xtil_a mem+¦ria do futuro.jpg

No dia 11, às 21h00, a Casa da Memória abre-se para uma conversa com José Lopes Cordeiro e Francisco Brito em torno do tema “Têxtil: A Memória do Futuro”. A história da indústria têxtil instalada em Guimarães cruza-se com a ciência e a tecnologia. Este é o primeiro evento de um ciclo de conversas que ocorre no âmbito de um projeto de doutoramento a decorrer na Universidade de Coimbra, em que se procura o fio da história. Esta é a primeira de quatro sessões que contarão com a participação de historiadores, cientistas, empresários e outros convidados para abordar vários temas, desafiando a comunidade a participar ativamente para ajudar a (re)construir a memória coletiva da cidade industrial e têxtil através dos tempos.

 

O Domingos em Casa repete-se no penúltimo domingo do mês, desta vez sob o mote Tabula Rasa. No dia 21, às 11h00, a Casa da Memória propõe criar uma superfície plana e vazia, uma nova Guimarães. Nas ruas deste lugar utópico, vamo-nos reconhecer a nós próprios; e as imagens que veremos nas calçadas e nas fachadas das casas que construiremos serão os reflexos daquilo que nos lembramos.

Para além da exposição permanente da Casa da Memória, poderá ainda visitar a exposição temporária “Memento (Lembra-te)” que reúne um conjunto de objetos e imagens provenientes de coleções particulares, onde se propõe recuar às primeiras décadas do século XX em Guimarães – a um tempo em que o mundo de trabalho estava em profunda transformação e o papel reivindicativo do operariado, embora timidamente, já se fazia sentir.

 

A Casa da Memória encontra-se aberta de terça a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 19h00. Aos domingos de manhã, a entrada é gratuita

BSkilla apresenta vídeo do single "Margem School feat. Chullage & Juh Combs"

Abre a Caixa e Sai” é o segundo álbum de originais de BSkilla. O rapper e MC da Margem Sul regressa em força e apresenta agora um álbum conceptual que nos desafia a pensar por nós mesmos, sem a influência das opiniões dos outros. “Um álbum feito a pensar fora da caixa. Por nós mesmos, sem palas nem barreiras”.

image001.jpg

O álbum “Abre a Caixa e Sai” é composto por 11 músicas, 4 interlúdios, uma intro e “outro”. Conta com a participação de Chullage, General D, Maf (Guardiões do Subsolo), Pragga, DJ Stereossauro, Elaisa, Anastácia Carvalho, Ana Moreira, Juh Combs e Pier Slow & Telminha.

Produzido por Maf, SP, J-Cool, Zimous e Condutor, desde story telling ao ego trip, este trabalho apresenta uma forte diversidade sonora. Do Reggae ao Soul, do Dance Hall ao Boom Bap; trata-se de um álbum maduro onde BSkilla através das rimas, aprofunda a sua experiência e a sua opinião em questões como o sistema, estilos de vida, disciplina, família, trabalho...

 

“Um trabalho completo e com conteúdo profundo, que procura respostas no sentido de tornar o mundo um lugar melhor, mais fraterno e não repressor”. Entende todas as partes... Descobre-te a ti mesmo, e sai!

‘DOURO TGV’ chega a Vila Real para promover “aceleração” no ‘Turismo…

O comboio é um meio transporte de referência no Douro: chegar à região nele ou passear junto às águas do seu rio é mítico e misterioso, transportando-nos para o passado e sua história. O ’DOURO TGV’ chega a Vila Real, não em forma de comboio, mas de um evento que promete promover o melhor da região, ou seja, precisamente o ‘Turismo’, a ‘Gastronomia’ e o ‘Vinho’, daí as siglas. Promovido e tendo como palco o Regia-Douro Park - Parque de Ciência e Tecnologia, acontece de 10 a 12 de Maio, em Vila Real, a cidade que se quer afirmar como a porta de entrada para o Douro.

Logo DOURO TGV - H.png

DOURO TGV - Turismo . Gastronomia . Vinho - Vila Real 2017’: são precisamente os temas que dão origem a este naming que vão dar corpo a três dias de grande “aceleração” na região do Douro. Um evento que se destina aos agentes e às gentes da região; aos diversos alunos da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), futuros embaixadores da região; e todos os players cujas actividades versem turismo, gastronomia e vinho. 

 

Começamos por “forrar o estômago” com a ‘Gastronomia’ a dar mote ao primeiro dia, 10 de Maio. Sob a designação ‘Douro Gourmet’ o programa divide-se em quatro abordagens temáticas: Douro Internacional, Douro Integral, Douro Glocal e Douro Mundial. A moderação fica a cargo de Duarte Calvão – consultor gastronómico da Associação de Turismo de Lisboa, director do Peixe em Lisboa, co-autor do blog Mesa Marcada e que durante vários anos escreveu sobre gastronomia e restaurantes nas páginas do Diário de Notícias – e Teresa Albuquerque, vice-presidente do Instituto Internacional Casa de Mateus. A apresentar casos de sucesso e a debater novas oportunidades para o Douro estarão chefes de renome, gastrónomos e especialistas em produtos como porco bísaro, a maçã, a castanha, o azeite, ervas e flores comestíveis. Não faltarão momentos de degustação, de produtos endógenos, mas também de sabores mais exóticos e inusitados.

 

A realidade aumentada e a procura de soluções integradoras de serviços e produtos trazem uma nova perspectiva às relações entre clientes e empresas, pessoas e territórios. O tema ‘Turismo’ embarca no ‘DOURO TGV’ na tarde de dia 11. Sob o mote ‘Douro 3.0.’ vai ser explorada a vertente tecnológica ligada ao turismo: as viagens são cada vez mais planeadas com base em visitas prévias, feitas através do mundo digital. Quem navega no Douro? Uma questão com duas dinâmicas – em sentido lato e do ponto de vista virtual – e que será abordada no evento. Neste dia serão apresentados alguns projectos de investimento turístico que estão previstos para o Douro.

 

The last but not te least: a sexta-feira, dia 12, é dedicada ao ‘Vinho’. A manhã vai ser de trabalho em duas frentes. Pelas 9h30 começa uma ‘Viagem Enológica’ por diferentes regiões vitivinícolas, com a presença e testemunho do espanhol Raúl Perez, da francesa Valerie Lavigne (a confirmar) e do luso-australiano David Baverstock, e moderada por Tim Hogg, cientista na área da enologia, reconhecido professor universitário e director do Centro de Excelência da Vinha e do Vinho (CEVV), inserido no Regia-Douro Park. Ao mesmo tempo, acontece a primeira edição do ‘Concurso de Vinhos Douro TGV by Regia-Douro Park’, no qual serão eleitos por um ecléctico painel de jurados os melhores brancos e tintos, de entre os vinhos presentes na ‘Mostra de Vinhos e Sabores DOURO TGV’, que tem lugar nesse mesmo dia, pelas 16h30 – aberta ao público e de entrada gratuita.

 

A tarde começa com um painel sob o mote ‘O Vinho e o Digital’, dividido em três sub-temas: ‘A Escrita e Crítica Digital’, ‘Ferramentas Digitais ao Serviço do Vinho’ e ‘Vinhos, Filhos do Digital’. Nesta última parte teremos dois vinhos em palco: um preview do branco e tinto ‘Bons Rapazes by Lavradores de Feitoria’, vinhos da autoria da dupla Tiago Froufe da Costa e Pedro Teixeira (actor da TVI) em parceria com a Lavradores de Feitoria; e o quase esgotado ‘Bebes.Comes’, um DOC Dão do casal de bloggers Joana Marta e Pedro Moreira e da enóloga Lúcia Freitas.