Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Porto Best Of… com Clã e Best Youth

O Rivoli recebeu, na noite de quinta-feira, os Clã e os Best Youth, protagonistas de mais uma edição do Porto Best Of.

DSC_2863 (Cópia)

Neste ciclo de concertos, artistas e bandas emblemáticas da cidade do Porto apresentam em palco os seus trabalhos mais influentes. Com casa cheia, coube aos Clã e aos Best Youth mostrarem a qualidade da música que nasce na Invicta.

DSC_3041 (Cópia)

Não importa o tamanho do recinto ou o número de pessoas a assitir, os concertos dos Best Youth são sempre tão intimistas como se estivéssemos a assistir na nossa própria casa. Com a simpatia extrema que nos habituaram, Catarina Salinas e Ed Rocha Gonçalves fizeram com que o público vibrasse com o seu “Highway Moon” e sublinharam a emoção que sentiam por estarem a abrir para os Clã, uma banda que dizem ter tido muita influência na criação dos Best Youth.

DSC_3170 (Cópia)

20 anos depois de lançarem “Kazoo”, os Clã mostraram que a idade é apenas um número. Com uma energia contagiante e aparentemente inesgotável, o concerto consistiu num enorme espectáculo de som e luz, com projeções adequadas a cada música nas várias telas atrás da banda. A energia era tanta que, apesar de a plateia ser sentada, eram várias as pessoas de pé a dançar ao ritmo da Manuela Azevedo e as enormes salvas de palmas e ovações de pé mostraram que os Clã são um dos maiores pilares da música nacional.

DSC_3282 (Cópia)

No encore, os Clã decidiram que, como já tinham apresentado o “Kazoo” na íntegra e apenas queriam tocar músicas de 1997, era altura de chamar os Best Youth ao palco para ambas as bandas tocarem a “No Surprises” dos Radiohead e terminar com a “Song 2” dos Blur.

Uma noite para ficar na história do Rivoli, com duas bandas da Invicta que sabem deliciar o público.

 

Todas as fotografias podem ser vistas nas galerias do facebook da Glam Magazine.

Texto e fotografias: Vasco Coimbra

Antony Left apresenta disco de estreia no Porto e em Lisboa

Antony Left é o nome de palco de António Graça, cantor e compositor nascido em Lisboa há 22 anos. Parte de influências como Ben Howard, Bon Iver ou Lewis Watson, para criar a sua própria identidade sonora, com base na guitarra e na voz, complementada pelo violoncelo, o violino e a bateria. Após vencer o Campeonato Nacional de Bandas da Antena 3, o foco passou para a edição do primeiro álbum, “Influence”, que chega esta sexta-feira às principais plataformas de streaming e lojas online.

f0299b04-1e10-4f85-ab75-db3e777d19ea

O disco, de onde já tinham sido apresentados os temas "Evil" e "Petals", vai ser apresentado ao vivo no Café-concerto da Casa da Música (Porto), no dia 25 de Outubro, às 21h30 (entrada livre) e, no Teatro do Bairro (Lisboa), no dia 27 de Outubro, às 23h30

Vaarwell com novo single & live session

“I never leave, I never go” é o terceiro single retirado de “Homebound 456”, disco de estreia dos Vaarwell, seguindo-se a “YOU” e “Homebound 456”, temas que obtiveram airplay nacional e internacional, incluindo nas prestigiadas BBC Radio 1 e BBC Radio 6.

5c36d1e8-6833-4e1d-ad65-b37c0e22951f

A banda acaba de editar uma live session deste single, bem como da sua versão do tema “Exit Music (For a Film)”, dos Radiohead,  criada no âmbito das comemorações dos 15 anos da Rádio Radar e dos 20 anos da edição de "Ok Computer".

GODOT estreia versão indoor de SAMSARA

GODOT, o novo projeto artístico de Rui Paixão, apresenta nos dias 26, 27 e 28 de outubro a estreia da versão indoor do novo espetáculo SAMSARA, no Armazém 22 (Vila Nova de Gaia). Mais do que um espetáculo, trata-se de um ritual performativo de libertação e introspeção. Uma experiência intensa e ativa para o público, numa proximidade e interação que nos rementem para uma realidade paralela.

18698305_1968917983342148_6717762207096631598_n

photo: Paulo Homem de Melo

 

Na sua abordagem estética e concetual, GODOT traça um percurso artístico que pretende extrair o imortal do que é transitório, ter a consciência de que estamos aprisionados nas nossas perceções, conservar a crença na transcendência enquanto ingrediente importante da nossa humanidade, porque há mais coisas entre o céu e a terra do que sonha a nossa vã filosofia. Há muito mais do que energia dentro dele, o que quer que seja, GODOT é a essência interior que está escondida na raiz do cerne de tudo e que é sempre a mesma. Nunca muda. Mas revela-se num milhão de formas diferentes e vem sempre em ondas.

 

SAMSARA é uma criação de Rui Paixão e Luís Leitão, com criação cenográfica e de figurinos de João Pinto (Projeto EZ) e produção da Bússola. O espetáculo contou com o apoio à criação do Centro de Arte de Ovar, tendo a estreia da versão rua acontecido no âmbito do FESTA – Festival Internacional de Artes na Rua. A fase de desenvolvimento do projeto permitiu a passagem pela Bienal de Arte Contemporânea da Maia, Festival Internacional de Teatro de Setúbal e Festiteatro, estando a internacionalização já confirmada a partir da temporada 2018.

Ana Bacalhau… “Nome Próprio” editado hoje

Foi hoje editado o álbum de estreia de Ana Bacalhau. “Nome Próprio” já se encontra disponível nas lojas e em todas as plataformas digitais.

foto

Este é o muito aguardado álbum de Ana Bacalhau, após dez anos a dar voz às canções da Deolinda. Aqui reúne alguns dos melhores compositores nacionais da atualidade, casos de Samuel Úria, Jorge Cruz, Nuno Prata, Afonso Cruz, Nuno Figueiredo, Capicua, Márcia, Carlos Guerreiro e Francisca Cortesão e, na versão do disco em exclusivo na Fnac, de António Zambujo e João Monge. “Nome Próprio” tem ainda dois temas da própria Ana Bacalhau, ambos com música de Janeiro.

 

Shawn Mendes… “MTV Unplugged”

Shawn Mendes está de volta, agora com um disco “MTV Unplugged”. O álbum regista a atuação que cantor canadiano lusodescendente deu nos estúdios da MTV em formato acústico. Shawn Mendes interpretou 11 temas neste especial televisivo que agora é editado em CD, sendo que este “MTV Unplugged” foi transmitido originalmente a 8 de setembro, nos Estados Unidos, tendo já passado em vários canais da MTV um pouco por todo o mundo.

shawnmendes_1

O lançamento de “MTV Unplugged” surge numa altura em que Shawn Mendes se encontra nomeado em cinco categorias dos MTV European Music Awards, nomeadamente para Melhor Canção com “There’s Nothing Holdin’ Me Back”, Melhor Artista, Melhor Artista Pop, Maiores Fãs e Melhor Artista Canadiano.

Os MTV European Music Awards serão entregues a 12 de novembro, em Londres.

MTV Unplugged” sucede-se aos muito bem-sucedidos e aclamados primeiros álbuns de estúdio de Shawn Mendes, “Handwriten” e “Illuminate”, que alcançaram o 1.º lugar dos tops de vendas em todo o mundo.

A tortura de ontem, de hoje, de sempre… “Pedro e o Capitão”

O texto dramático “Pedro e o Capitão”, do escritor uruguaio Mário Benedetti, foi publicado em 1979, três anos depois de o autor ter sido deportado pela ditadura militar que governava o seu país. Encena um interrogatório feito por um capitão das forças armadas a um ativista de esquerda daquela conturbada época da América Latina. Continua, porém, a ser levado a cena em teatros de todo o mundo, provavelmente porque a História se repete e a batalha psicológica entre torturador e torturado se mantém tão atual como sempre foi: nas masmorras da inquisição ou em Guantánamo, nas celas da PIDE ou em qualquer outro local onde não reine a democracia.

Pedro e o capitão

Indagação da psicologia de um torturador, “Pedro e o Capitão” chega no próximo sábado, 21 de outubro, pelas 21h30, ao Teatro Municipal de Matosinhos-Constantino Nery, numa encenação Marta Carreiras e Romeu Costa para este clássico da dramaturgia latino-americana.

 

Coproduzido pelo Teatro Municipal de Matosinhos-Constantino Nery e pelo São Luiz Teatro Municipal, “Pedro e o Capitão” conta com a interpretação de dois nomes grandes do teatro português, Ivo Canelas e Pedro Gil, que dão corpo a um espetáculo que procura explorar os limites da comunicação cénica através da combinação das ferramentas do teatro e do cinema. O espetáculo conta, por isso, com uma peça do videasta João Gambino, sendo a música e espaço sonoro assinados por Pedro Salvador. A cenografia e figurinos estão a cargo de Marta Carreiras.

 

Colocando em cena a emocionante luta psicológica entre quem tortura para obter informações e quem se empenha em ocultá-las a todo o custo, a peça acompanha o processo mental das duas personagens e a evolução respetiva. “Pedro e o Capitão” constitui, assim, uma reflexão útil e necessária sobre uma prática ainda frequente e, mais do que isso, sobre os mecanismos do poder. “A prática da tortura enquadra a temática de fundo e a grande manipulação, psicológica e visual, estabelece as regras do jogo”, lê-se no texto de apresentação do espetáculo.

Sam Smith atua na Altice Arena a 18 de Maio 2018

Sam Smith está de volta a Portugal, tendo confirmado que atuará a 18 de maio de 2018 na Altice Arena. O cantor britânico vem a Lisboa apresentar o seu muito aguardado novo álbum de estúdio, “The Thrill of it All”, que chega às lojas a 3 de novembro. O disco já está disponível em regime de pré-venda e é apresentado pelos singles “Too Good At Goodbyes” e o mais recente “Pray”, produzido com o célebre Timbaland e influenciado pela sua passagem pelo Iraque com a associação de beneficência War Child.

Press_Pic_3

Too Good At Goodbyes”, o primeiro single do novo álbum, alcançou um sucesso global, atingindo o 1.º lugar do top de vendas no Reino Unido e da tabela Global Spotify, mas também o n.º 1 do top do iTunes no Reino Unido e nos EUA. Em “The Thrill of It All”, Sam volta a trabalhar com o amigo e colaborador de longa data Jimmy Napes, bem como com artistas como o já referido Timbaland, Malay, Jason “Poo Bear” Boyd e Stargate. No álbum, Sam colabora ainda com um artista desconhecido, YEBBA, na emotiva canção “No Peace”.

Já passaram três anos desde que foi lançado o álbum de estreia de Sam Smith, “In the Lonely Hour”, e desde então o músico tornou-se um dos maiores artistas do planeta, com mais de 12 milhões de álbuns vendidos em todo o mundo e um número impressionante de prémios, incluindo um Óscar, um Globo de Ouro, três Brit Awards e quatro Grammys, entre outros.

Este concerto a 18 de maio na Altice Arena assinala o regresso de Sam Smith a Portugal, depois de ter atuado em 2015 no festival NOS Alive.

Novo álbum de estúdio de Lorenzo “Jovanotti” Cherubini produzido por Rick Rubin a 1 de Dezembro

Com edição agendada para 1 de Dezembro, o próximo álbum de estúdio de Lorenzo “Jovanotti” Cherubini será produzido por Rick Rubin. Esta é a primeira vez que o produtor, vencedor de 10 Grammys, escolhe colaborar com um artista italiano. É também a primeira vez que Rick Rubin trabalha num álbum não cantado em inglês.

Jovanotti_RickRubin_credit_Michele_Lugaresi

photo: Michele Lugaresi

 

“Para mim é um sonho tornado realidade. Isto é um sonho que nunca pensei que se fosse concretizar. Mas concretizou-se”, afirma Lorenzo “Jovanotti” Cherubini. O apreço de Rubin por Lorenzo vem diretamente de uma relação pessoal. A paixão comum pela música e a fantástica harmonia humana e artística entre eles levou Rubin a decidir produzir o primeiro álbum cantado em italiano da sua carreira.

 

Apesar de receber inúmeros pedidos todos os anos, Rick Rubin está determinado a trabalhar apenas em projetos nos quais acredita totalmente. E a colaboração com Jovanotti, que começou num local belíssimo em França, é um desses projetos. Ao longo das últimas semanas, Jovanotti e Rick Rubin têm trabalhado na parte final do processo de produção no lendário estúdio de Rubin, Shangri-La, em Malibu, na Califórnia.

 

Nascido em 1963, Frederick Jay “Rick” Rubin envolveu-se na indústria discográfica desde muito cedo. Com Russell Simmons, Rubin foi o cofundador da Def Jam Records e criou ainda a American Recordings. Com os Beastie Boys, LL Cool J, Public Enemy e Run-D.M.C., Rubin ajudou a popularizar o hip hop, sendo que não é de esquecer outros artistas que já colaboraram consigo, como Johnny Cash, Red Hot Chilli Peppers, Kanye West, Lana Del Rey, Joe Strummer, Rage Against the Machine, Lady Gaga, Jay Z, Slayer, Black Sabbath, Metallica, AC/DC, Aerosmith, Shakira, Justin Timberlake, Damien Rice, Eminem, Neil Diamond, Tom Petty, ZZ Top, Frank Ocean, James Blake, Audioslave, U2, Gogol Bordello, Limp Bizkit, Mick Jagger, Sheryl Crow, Adele, Ed Sheeran, Linkin Park.