Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Ana Moura esgota Coliseu de Lisboa e ruma ao Coliseu do Porto

Mais de 150 concertos depois em salas emblemáticas de 3 continentes, incluindo as maiores salas de Portugal, Ana Moura regressou este sábado a casa para um concerto único e completamente esgotado no Coliseu dos Recreios, em Lisboa. O espectáculo foi o primeiro de uma nova fase da digressão de “Moura” que passará por um conjunto de cidades, nomeadamente o Porto, a 28 de Outubro, onde actua no Coliseu, Coimbra, que já anunciou uma data extra, a 3 de Novembro, após esgotar o concerto de dia 4, no Convento São Francisco e, ainda, a 18 de Novembro, na Arena D'Évora. Os últimos bilhetes estão à venda nos locais habituais.

foto

photo: Joana Linda

 

Ana Moura desenvolveu um novo conceito de espectáculo para esta nova fase da tour de “Moura", revisitando temas do seu repertório que não foram interpretados na anterior fase da digressão, e uma cenografia criada de raiz. Rui Francisco, membro da direcção artística da companhia de teatro “O Bando”, assina o cenário que transmite uma sensação de proximidade, de chegada a casa, de retorno à intimidade, após viajar pelo mundo, com uma estrutura de elementos que se dividem entre o opaco e as transparências, e dispõem um percurso que Ana Moura percorre logo no início do concerto, até ao centro do palco.

 

O espectáculo teve a participação de dois convidados especiais: o artista israelita Idan Raichel, com quem Ana Moura fez um dueto, e Romeu Runa que protagonizou em “Maldição”, uma emocionante coreografia.

A noite de sábado foi ainda marcada pela presença de Madonna na plateia do Coliseu de Lisboa. Após os Rolling Stones, Prince, Herbie Hancock, Andrea Bocelli, Buena Vista Social Club, Caetano Veloso e Gilberto Gil, foi a vez de Madonna se render a Ana Moura. “Moura” é o seu 6º disco de originais e já é tripla platina. “Desfado”, o seu antecessor, já atingiu o galardão da 6ª platina, afirmando-a como a maior artista portuguesa da actualidade.