Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Angra World Sound Fest…

O grupo Myrica Faya, através da Associação Real Extudantina dos Açores, à qual pertence, e em parceria com a Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, leva a efeito no próximo dia 7 de Julho de 2017 o Angra World Sound Fest. O Festival contará com a presença dos Açoreanos Ti-Notas e The Big Muffin Orchestra, assim como os espanhóis El Gueto Com Botas provenientes de Sevilha.

Cartaz_Angra_World

O evento que ocorrerá no Cais da Alfândega, em Angra do Heroísmo, pretende ser uma mostra de sonoridades folk/world music. Tal como a designação indica, neste espaço pretende-se mostrar o trabalho de músicos que transportam as sonoridades características/tradicionais de determinada comunidade e as projectam para um público mais abrangente.

 

Os Ti-Notas, oriundos dos Altares, ilha Terceira, surgiram em 1997 e são um dos grupos referência na música folk feita nos Açores. Em 2012 lançaram o álbum “Embrulha ké p'oferta”. O grupo constituído por 10 elementos, tem efectuado concertos nos mais diversos festivais e festividades, não deixando indiferente a assistência, quer pela riqueza dos temas e pela sua qualidade musical, quer pela boa disposição constante que transmitem ao público. The Big Muffin Orchestra, músicos multifacetados, que têm participado em diversos projectos, quer em grupo, quer a solo. Desde o rock ao folk, passando pelo jazz e por estilos mais alternativos, nada oferece obstáculo à criatividade e instinto musical destes músicos terceirenses de excelência. “The Big Muffin Orchestra” surge através da vontade de querer dar plenitude e vida ao

seu gosto comum pelas raízes musicais norte-americanas, bebendo do Country, Delta Blues e Bluegrass.

 

Procuram criar versões de canções num clima de puro divertimento, vivência musical e festa. El Gueto com Botas são oriundos de Sevilha (Espanha),  fundem a música folk (melodias tradicionais ou de composição própria) com arranjos próprios marcados por ritmos inspirados no ska, reggae ou drum and bass, uma forte base harmónica, guitarras com bastante peso, percussão vertiginosa, riffs coloridos e uma paleta de timbres muito diversificada. A mistura, sem escrúpulos, desses universos musicais resulta numa paisagem sonora marcada pela alegria e pelo ritmo.

Tudo isto, e a inquestionável qualidade musical de todos os seus elementos, faz com que sejam um dos grupos revelação no panorama folk/world music em Espanha.