Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Benjamim e Castello Branco encerram programação do Café Concerto - Centro Cultural Vila Flor

Atuações de Benjamim e Castello Branco são as propostas para o mês de dezembro do Café Concerto do Centro Cultural Vila Flor. No dia 5, Benjamim apresenta em Guimarães o seu mais recente trabalho, “Auto Rádio”. No dia 12, o Café Concerto do espaço cultural vimaranense recebe a visita de Castello Branco que atravessa o Atlântico para trazer o seu álbum de estreia, “Serviço”. Ambos os concertos têm início à meia-noite.

GLAM - Benjamim.jpgO primeiro sábado de dezembro do Café Concerto do Centro Cultural Vila Flor está a cargo de Benjamim. O escritor de canções, que passou quatro anos radicado em Londres, voltou para Portugal em 2013 para se instalar no coração do Alentejo. Veio para escrever canções novas e revolucionar a sua maneira de olhar para o mundo. Benjamim voltou às raízes. Construiu o seu estúdio em Alvito e começou a dar vida às novas canções que enchem o seu novo (e agora primeiro) disco “Auto Rádio”. Trata-se de organizar as memórias daquele que é um dos filhos do Portugal colonial, o pai veio de Angola depois de 74, e aliar as memórias que lhe foram transmitidas pelos filmes de Super 8 ou pelas longas histórias à mesa, pelo amigo Quinito que passa a vida a falar no dia em que foi enviado para a Guiné para lutar uma guerra que ficava demasiado longe do Alentejo, para falar da crise, do Porto que lhe vem do lado da mãe, do amor, de carros a acelerar pela marginal de uma qualquer cidade e para pôr pessoas a dançar numa quase esquecida vila alentejana e mostrá-lo ao mundo.

GLAM - Castello Brabco.jpgNo segundo sábado do mês, dia 12, o palco pertence a Castello Branco que vem apresentar “Serviço”, título do primeiro álbum do artista brasileiro. Depois de temporadas consistentes em grandes palcos, Castello Branco recomeça um ciclo. O cantor inaugura um novo momento na sua carreira alcançando um amadurecimento artístico e pessoal através deste trabalho. Reflexo dessa evolução são as composições que vão para além da construção musical e se fundem num fortalecimento espiritual referente à sua criação. Castello Branco cresceu num monastério ecuménico e aprendeu, desde pequeno, valores que justificam esse título. Viver do outro ao outro, amar para crescer. A mensagem é clara e o objetivo é franco. Como diz o próprio nome, este disco é um Serviço. Entre acordes leves e marcações rítmicas que sambam e sorriem entre o regional e o lírico, Castello Branco alcança uma sonoridade própria e condizente com o momento que vivemos

 

Café Concerto do Centro Cultural Vila Flor (Guimarães)

5 e 12 de Dezembro de 2015 | 00.00h

 

Fotografias: Paulo Homem de Melo