Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Céu aquece Casa da Música…

Entre a terra e o Céu, definitivamente o Céu ganhou numa noite cheia de sensualidade. Era o regresso a Portugal da cantora Brasileira para o primeiro de dois concertos integrados na edição de 2017 do Misty fest. O segundo acontece hoje, 7 de Novembro em Lisboa.

_PHM9766 (Cópia)

Do Brasil, Céu trouxe “Tropix”, o seu quarto disco onde o registo groovie jazz impera numa sucessão de ritmos quentes e sensuais. O regresso a Portugal depois da digressão ter conquistado os países do norte da Europa. Singela mas transpirando sensualidade, Céu traz o pecado, o amor e a traição. Joga com as palavras rebuscando samba onde ele não existe, pecando com as letras da mensagem a transmitir, como se o diabo estivesse no(a) Céu.

_PHM9872 (Cópia)

As fragilidades reais de uma vida amorosa atribulada acabam por ser transmitidas em palco, mesmo de cara lavada como Céu canta, de um forma expressiva e emotiva, qual diabo no Céu. Sob uma varanda suspensa, Céu envolve o ambiente numa homenagem a todos os latinos, seguindo caminho pelas sonoridades anglo saxónica a apelar por uma mudança. Leva os pecados até ao ano de 2005, com menino bonito, do seu primeiro disco num registo de irreverência musical única, acentuando o ritmo groovie jazz sempre assente num linha de baixo envolvente, tal como a sua presença em palco. Recupera de forma sentida canções de Caetano e de Gal Costa, a Tropicalia a fundir-se com "Tropix".

_PHM9881 (Cópia)

Segue com os pecados do amor ao longo do concerto até ao infinito do encore, onde a devassa do morte se faz sentir como o terminar de uma aventura algo sombria.

Um concerto curto para uma sala cheia a marcar o regresso ao Porto do Misty Fest.

 

Todas as fotografias aqui
Reportagem e fotografias: Paulo Homem de Melo