Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Ciclo "Jazz +351" apresenta… The Rite of Trio

Sarcasmo e a mistificação são recursos mais literários e dramatúrgicos do que propriamente musicais, sobretudo quando a música em causa não tem voz nem letras, mas assim não acontece com o projeto The Rite of Trio: se essa imagem surge logo na forma como o grupo é apresentado, anunciando André Silva, Filipe Louro e Pedro Alves como mestres de uma tendência musical chamada jambacore, que na verdade não existe (Jamba é, simplesmente, uma marca de smoothies), o surpreendente é que a sua música tem essa carga de irreverência, humor e, acima de tudo, teatralidade.

theriteoftrio

O que ouvimos envolve tendências do jazz como o hard bop e o free e do rock como o metal e o prog, mas tal não acontece por esquematismo fusionista e sim por desprezo pela autoridade (leia-se: a autoridade do jazz e a autoridade do rock). Nada mau, para músicos que fizeram do jazz e do rock as suas vidas – por exemplo, Louro faz parte de pelo menos duas formações de primeira linha da cena jazz do Porto, O Grilo e a Longifolia e o Eduardo Cardinho Quinteto, e ele e Pedro integram dois conhecidos grupos de rock, Salto e Catacumba. Com esta outra banda, vêm dizer que não aceitam as proibições e os tabus que lhes chegam de ambos os lados, que não se conformam, que têm necessidade, como já anunciaram, de «tocar música sem regras, sem ambições e sem expectativas».

 

Com tal atitude, deram corpo a uma das melhores propostas musicais surgidas em Portugal nos últimos anos…

 

Culturgest / Pequeni Auditório (Lisboa)

2 de Março 2017 | 21.30h