Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Festival Entremuralhas 2017… Front Line Assembly

A Fade In - Associação de Acção Cultural leva ao Castelo de Leiria um cardápio sonoro absolutamente luxuoso para a 8ª edição do Festival Entremuralhas.

Quatro bandas iconográficas com mais de 30 anos de carreira e uma série de novos valores emergentes na cena alternativa mundial, criteriosamente seleccionados e prontos para surpreender, como é sempre apanágio deste evento "único no mundo e aqui tão perto!"

flaem20171.jpg

Os canadianos Front Line Assembly são uma das maiores e mais influentes bandas electro-industrial de todos os tempos e é, por isso, com redobrado regozijo chegam pela primeira vez ao nosso país para terem as honras de encerramento do Entremuralhas. Formados em 1986 pelo ex-Skinny Puppy, Bill Leeb (também mentor de Delerium e de Noise Unit) e por Rhys Fulber (mentor de Conjure One, Delerium, e músico dos Fear Factory), os FRONT LINE ASSEMBLY cedo revelaram uma extraordinária apetência para criar arquétipos de uma estética musical em que, manifestamente, ditaram regras. Os seus quase 30 álbuns editados até à data foram (e são!) verdadeiros compêndios de como a música electrónica de reminiscências industriais poderia evoluir e transformar-se. Álbuns como “Caustic Grip” (1990), “Millenium” (1994), “Hard Wired” (1995), “Flavour Of The Week” (1997), “Implode” (1999) ou “Epitaph” (2001) delinearam tendências e foram responsáveis pelo aparecimento de centenas de bandas em todo o mundo que assumindo influências suas acabaram por, praticamente, replicá-los, repetindo até à exaustão, as novas fórmulas e métodos que a banda de Vancouver ia criando em cada etapa da sua existência. Mas os Front Line Assembly, ao contrário de muitos dos seus discípulos que ficaram reféns de uma certa ditadura estética da qual nunca conseguiram sair, sempre foram um organismo vivo de experimentação tecnológica e por isso sempre desbravaram novos caminhos. Ouça-se por exemplo, o irrepreensível álbum de 2013 (“Echogenetic”) para se perceber como é que uma banda com uma longevidade tão grande consegue ainda manter-se à frente do nosso tempo. Paradoxalmente, e não obstante os anos que separam os primeiros dos mais recentes discos, há um elemento que ainda os une e que, indubitavelmente, confere identidade aos Front Line Assembly: a voz (processada/distorcida electronicamente, raramente límpida).

Ao vivo a banda transforma-se num quarteto de potência “avassaladora” e de atitude “rock” que a todos contagia e faz render. Mais uma vez se fará história no Castelo de Leiria!

 

Festival Entremuralhas 2017 / Leiria (Palco Corpo)

26 de Agosto 2017 | 01.30h