Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

FRESH STREET#2... 24 a 26 de Maio em Santa Maria da Feira

Mais de 400 participantes de 41 países têm presença confirmada no maior seminário internacional para profissionais das artes de rua. O FRESH STREET#2 realiza-se nos dias 24, 25 e 26 de maio, no Europarque – Centro de Congressos e Cineteatro António Lamoso, em Santa Maria da Feira.

Convite_Conferência de Imprensa_9 nov 2016.jpgEntre 24 e 26 de maio de 2017, Santa Maria da Feira recebe o maior evento mundial para profissionais do setor das Artes de Rua – o FRESH STREET#2 –, que vai trazer a Santa Maria da Feira centenas de profissionais, decisores políticos, jornalistas e investigadores de todo o mundo. O estado das Artes de Rua, a partilha de boas práticas e os novos modelos económicos de apoio à criação artística, com foco em potências emergentes como a Coreia do Sul, vão ser esmiuçados neste encontro à escala global, que inclui ainda uma feira de artistas e um encontro internacional de decisores políticos. O secretário de Estado da Cultura, Miguel Honrado estará presente na sessão de abertura do seminário, no dia 24 de maio, às 14h00.

 

“Esta conquista confirma a estratégia de posicionamento de Santa Maria da Feira nas redes europeias, o que reforça o título de capital portuguesa das Artes de Rua. Este acontecimento é uma consequência do trabalho continuado, ao longo de duas décadas, de Santa Maria da Feira na exploração da criação artística no espaço público, assumindo a rua como o seu natural e principal palco. Enquanto centro produtor de conteúdos artísticos para a rua, Santa Maria da Feira tem gerado desenvolvimento social e económico no território, confirmado hoje pelo trajeto ascendente nos desafios da internacionalização”, sustenta Emídio Sousa, presidente da Câmara Municipal.

 

A segunda edição do FRESH STREET não será apenas um momento privilegiado para refletir e questionar o estado do setor. Será, também, uma oportunidade para construir o futuro das artes de rua e formular recomendações concretas que contribuirão para estruturar o setor em Portugal, na Europa e no mundo. Quando a inovação se transforma numa ferramenta no caminho da sustentabilidade até os desafios mais urgentes podem ser atingidos.