Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Man Without Country disponibiliza "Lion Mind"

Depois de uma ausência de dois anos, o britânico Ryan James está de regresso ao mundo da música, com o relançamento do projeto Man Without Country e a edição de um “single” digital “double A-side”, apropriadamente intitulado de “Lion Mind / Jaws Of Life”.

Foi através de Man Without Country, fundado em 2007 como um duo ao lado de Tomas Greenhalf, que o compositor nativo do País de Gales lançou dois álbuns de estúdio através da Cooperative Music, e acompanhou na estrada nomes como M83, Alt-J e Warpaint nas suas digressões europeias e norte-americanas.

promo 1 square

O novo duplo lançamento, que mostra dois lados diferentes da visão artística de James, já está disponível para compra em exclusivo na plataforma Music Glue desde 21 de agosto, o mesmo dia em que foi partilhado no YouTube o teledisco para “Lion Mind”. O “double A-side” estará depois presente em todos os serviços de “streaming” e compra digital a partir de 18 de setembro.

Lion Mind”, alimentado pela percussão, é o tema que conta com a voz etérea da cantora e compositora finlandesa Sansa, mais conhecida pela sua colaboração com Kaskade na música “A Little More”. Por outro lado, “Jaws Of Life” expõe um Ryan James mais introspetivo, ao mesmo tempo que revela as suas capacidades na produção de música baseada em sintetizadores, alusiva à década de 80, e na manipulação rítmica, criando uma sonoridade que pode ser comparada ao trabalho de Ulrich Schnauss, Apparat ou até à recente banda sonora da popular série da Netflix “Stranger Things”.

 

Através do projeto Man Without Country, o britânico também já havia chamado à atenção em 2014 pelo trabalho feito com os RÖYKSOPP, ao oferecer os seus hipnotizantes vocais ao tema “Sordid Affair”, o primeiro “single” de avanço do álbum “The Inevitable End”, que se estreou no primeiro lugar da tabela de música eletrónica do iTunes. Em junho deste ano, os RÖYKSOPP lançaram uma reedição deste mesmo disco, no qual incluíram, em exclusivo, a faixa bónus “In The End”, que conta com as vozes de Ryan James e Susanne Sundfør.

 

Ao ser o responsável pela sua própria estética e pela arte gráfica que acompanha os seus lançamentos, James adotou, também, o cargo de diretor artístico de Man Without Country, o que incluí a edição dos seus próprios vídeos musicais ou acompanhamentos visuais para cada um dos seus temas, algo que deseja incorporar num espetáculo audiovisual ao vivo algures em 2018.