Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Os Rosemary Baby oferecem 2 músicas este Natal...

No meio das gravações do seu novo disco de originais, Rosemary Baby tiraram um tempinho para disponibilizar para download gratuito duas colaborações ainda com músicas do seu primeiro EP “The First Time”, lançado pela NOS Discos em Novembro de 2013.

 

Em jeito de quadra natalícia, aqui ficam dois presentes para o público. A primeira colaboração é com NBC, músico português natural de São Tomé e Príncipe, onde tudo começou para Rosemary Baby, na música “Runaway”. Foi um desafio lançado aquando do lançamento do EP e que resolveram agora deixar o registo para a posteridade. A segunda colaboração vem directamente do Brasil para a nossa pista de dança. Leonardo Cardoso, aka. Negoleo, músico de Vitória do Espírito Santo, produziu um remix de outra das canções incluídas no EP “The First Time”, desta vez a “Days Are Over”.

01.png“Runaway (Nasce de Novo)” - Rosemary Baby vs NBC (Download gratuito aqui)

 

Esta é uma viagem às raizes. NBC, músico Português mas natural de São Tomé e Príncipe, juntou-se aos Rosemary Baby para uma interpretação da canção “Runaway”. O desafio era simples – ser autêntico, ser ele próprio, ou seja, no rap e em Português. Regravada com diferentes sonoridades onde se podem destacar os sopros, é uma canção que reflete um pouco os tempos conturbados em que vivemos, a confusão, sem caminho certo e que às vezes nos dá uma vontade louca de mudar e fugir daqui.

00.pngDays are Over” remixed por Negoleo (Download gratuito aqui)

 

Negoleo, ou melhor, Leonardo Cardoso Oliveira é um músico excecional, conhecido por tocar quase todos os instrumentos com um talento acima da média, mas é na bateria que preenche a sua vida com várias bandas no Brasil – ZéMaria, Banda Casaca, Soltos e Prensados - entre muitas outras. Diretamente de Vitória de Espírito Santo no Brasil, onde os Rosemary Baby conseguiram chegar com a sua música, aqui fica um remix em que a eletrónica entra pela música dentro, como se sempre fizesse parte do produto da nossa imaginação, dando vontade de ir para a pista de dança