Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Rentrée do Ciclo Pássaro arranca já esta sexta com JP Simões

Rentrée do Ciclo Pássaro arranca já esta sexta com JP Simões. Weyes Blood, Sean Nicholas Savage e Emmy Curl até ao final do ano. Pássaro – denomina-se desta forma o ciclo de música com que a promotora covilhete na mão arrancou este 2015. Uma iniciativa que procura levar à região transmontana, e particularmente à cidade de Vila Real, artistas de referência nacional e internacional da música contemporânea, apresentados num espetáculo mensal, com lotação reduzida a 100 pessoas e em local singular não habituado a receber espetáculos.

jpsimões.jpgO ciclo de música Pássaro está de regresso este mês de Outubro e anuncia a sua permanência até ao final do ano da sua estreia. Já neste mês de Outubro, a 23 de Outubro, esta sexta-feira, o Pássaro apresenta JP Simões em concerto no Museu da Vila Velha.

Em Novembro, será a vez da norte-americana Weyes Blood e do canadiano Sean Nicholas Savage, dois nomes incontornáveis na atual música contemporânea. O primeiro ano do ciclo de música terminará a 12 de Dezembro com a prata da casa, Emmy Curl.

Pelo Pássaro passaram já nomes como Norberto Lobo, Jozef Van Wissem, Tó Trips Jennifer Castle e Peixe. No que refere a locais, o ciclo de música estreou-se no Conservatório Regional de Música de Vila Real, passou pelo magnífico Salão Nobre dos Paços do Concelho de Vila Real, visitou o Centro Cultural Regional de Vila Real, a Biblioteca Municipal de Vila Real e ainda, na sua versão verão e ao ar livre, pelo Parque Corgo. O ciclo Pássaro é uma iniciativa da promotora covilhete na mão, produzido pela própria e com coprodução do Teatro de Vila Real. A iniciativa conta com o apoio Câmara Municipal de Vila Real, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Traga Mundos, Greengrape, Altodouro.com, O Revelador e Transa Cooperativa Cultural.

 

JP Simões

Cofundador de marcos da recente música nacional, como é o caso dos Lulu Blind ou Dead e impossíveis. Cantor, compositor, letrista, contista e dramaturgo, nasceu em Coimbra e vive em Lisboa.

Edita álbuns desde 1995, respectivamente com Pop Dell’Arte, Belle Chase Hotel, Quinteto Tati e a solo ou em colaboração com outros compositores. O seu último álbum a solo, "Roma”, foi editado em 2013 e mereceu uma longa digressão nacional e internacional. No teatro escreveu e compôs duas Óperas: "A Ópera do Falhado" (2003) e "A Íntima Farsa" (2012).

Publicou dois livros: "A Ópera do Falhado" (teatro) e "O Vírus da Vida" (contos).

Recentemente compôs a música para "A Boa Alma", uma adaptação da obra homónima de Brecht, encenada e interpretada por Mónica Calle, que teve a sua estreia em Lisboa, no mês de janeiro de 2015.

 

Museu da Vila Velha

23 outubro 2015 | 22.00h

 

Fotografia: Paulo Homem de Melo