Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Rumble in The Jungle nos Maus Hábitos: como deixar KO uma sala esgotada

22h30. Maus Hábitos, Porto.
A campainha soa e o primeiro Peso-Pesado sobe ao ringue. São 4, chamam-se Linda Martini e começam com “Belarmino”. Está aberto o combate do ano. DSC_6432 (Cópia)

A sala estava cheia (há muito que os bilhetes tinham esgotado) mas os Linda Martini não se deixaram intimidar. Seguiram-se fortes golpes que deixaram o público atarantado, mesmo com um dos membros da banda já lesionado.

Ao todo, os Linda Martini tocaram 13 temas, entre os quais alguns do novo álbum que deverá sair em fevereiro do próximo ano. Para interpretarem “Gravidade”, o primeiro single já revelado, chamaram o seu rival ao palco para baixar ainda mais a guarda de um público que não imaginava o que estava para vir.

DSC_6780 (Cópia)

Depois de um primeiro round intenso, a sala conseguiu respirar durante uns minutos enquanto o ringue se preparava para acolher o próximo candidato. The Legendary Tigerman entrou ao de leve com “Wild Beast” mas logo após atacou-nos por todos os lados com o seu “Storm Over Paradise”. Com um golpe tão forte, Paulo Furtado resolve dar ao público um pouco de tempo para recuperar os sentidos enquanto apresenta algumas das suas novas músicas.DSC_7084 (Cópia)

Mas não demorou muito a voltar ao ataque. Com golpes sucessivos, o puro Rock’n’Roll de Tigerman (muito bem acompanhado pelo saxofonista João Cabrita e o baterista Paulo Segadães) deixou-nos abalados e, julgando ele que ainda não estávamos no tapete, chamou reforços e os Linda Martini voltaram ao palco para nos dar um “Fix of Rock’n’Roll”DSC_7183 (Cópia)

Depois disto, faltava apenas uma música: “Twenty First Century Rock’n’Roll”. Paulo Furtado fez nos uma simples pergunta: “querem que esta música dure 4 ou 20 minutos?”. Nem precisou de resposta concreta. Não sei se foram exactamente 20 minutos (por esta altura já estávamos tão estourados que o conceito de tempo não existia) mas sei que foi uma sucessão de golpes tão poderosos que nos deixaram ao mesmo tempo em êxtase e completamente KO. Houve espaço para o músico subir para todos os sítios que conseguiu (e saltar dos mesmos), pôr o público a gritar para o seu microfone (com o microfone a circular pela sala) e dar-nos a maior dose de Rock’n’Roll da noite.

DSC_7280 (Cópia)

Com os Maus Hábitos KO, não há dúvidas de quem ganhou o combate. Pensávamos que era uma luta entre os Linda Martini e The Legendary Tigerman mas afinal eram as duas bandas contra nós e não tivemos resistência suficiente. Na cidade Invicta, ambos saíram invictos deste combate e rumam ao próximo.

Entretanto, nós vamos tentar recuperar desta noite.

 

Reportagem e fotografias: Vasco Coimbra
Todas as fotografias nas galerias da Glam Magazine no facebook