Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Xita Records apresenta… Primeira Dama + Ninaz + Grand Sun

A Xita Records apresenta no próximo dia 9 de Janeiro no LX Factory, 3 nomes que prometem marcar o ano de 2016 para a recém criada editora com o apoio e parceria da Cafetra e Maternidade. Primeira Dama, Ninaz e Grand Sun são os nomes que sobem ao palco da Livraria Ler Devagar no LC Factory. A noite encerra ao som do DjSet XitaSoundsystem.

xita.jpgPrimeira Dama

Desde mais novo que está inteiramente ligado à música, dominando desde cedo a sua voz e trabalhando com instrumentos como o piano e o saxofone. Começou então por reunir em 2013 os seus amigos para tocar as suas influências indie, stoner, punk ou simplesmente rock. Surgiu assim a necessidade deste jovem de Lisboa dar forma a uma outra faceta - apaixonada pela cantiga de intervenção e de uma forma geral pelos cantautores portugueses - inspirando-se em autores nacionais desde José Mario Branco a Filipe Sambado, passando inconscientemente por outros nomes incontornáveis como B Fachada. Até agora tem online uma demo do seu single de estreia "Xita Lenta" e tem mostrado as suas canções de um já planeado álbum, a ser editado pelo grupo da Xita Records da qual faz parte, com a ajuda e produção do Filipe Sambado.

 

Ninaz

As Ninaz surgiram bem antes de surgirem as canções, como uma designação para o grupo de amigas, tudo num tom irónico. A partir de Setembro de 2015, começaram os ensaios e as canções a acontecer, ao mesmo tempo que se pegava pela primeira vez nos instrumentos. Lucía Vives na bateria, Margarida Lalanje na guitarra, Beatriz Peres no baixo e Joana Peres nas vozes. Assim, as Ninaz trazem-nos as primeiras canções. Cruas, diretas. Acima de tudo, Ninaz.

 

Grand Sun

Desde pequeno que o Simon é fortemente influenciado pela descoberta e é dos resquicios dos Solving, a sua primeira banda, que surge um punhado de canções à sua maneira, muito influenciadas por essa nova escola que não descura os clássicos. Um feliz acaso junta-o ao António, essa livre alma com o virtuoso dom de criar desenfreadamente. O duo junta-se então, mais tarde ao Manel, uma força natural que carbura as linhas graves mais sólidas que sempre se enviesam na esquisófrenica bateria do Miguel. Talvez seja pelos meses passados ao relento nas noites frias nos Nirvana Studios, ou pela corrida desenfreada para cada encontro destas quatro almas que, desorganizadamente foram construindo uma frágil mas especial amizade desde o inicio. Poderá mesmo até ter sido pela forma como se questionaram o que estavam aqui a fazer ou até pela necessidade de consumo musical que os une.

 

Livraria Ler Devagar - LX Factory (Lisboa)

9 de Janeiro 2016 | 22.00h